Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

O "CRESCIMENTO" DO MEU FILHO - PARTE I

Gostaria de começar esse relato dizendo que é absolutamente verídico, e que os nomes dos envolvidos, claro, foram trocados para manter a privacidade.

Meu nome é Bruna, atualmente tenho 44 anos, agora divorciada, e mãe de um casal, Cristina de 19 e Marcos, de 12. A origem de todos os acontecimentos começa com o nascimento do Marcos, o “Marquinhos”, como a gente o chama em casa. Desde que ele nasceu, até completar uns 4 anos, sempre dei banho nele, como qualquer mãe, até que ele foi aprendendo a fazer isso sozinho. Bom, o pipi dele era pequeno, como o de qualquer criança, e sempre achei que estivesse tudo normal.

No entanto, alguns anos mais tarde, começei a perceber que tinha alguma coisa errada. Temos uma piscina em casa, e sempre foi normal as crianças nadarem nuas, de vez em quando (não mais a Cristina, que já está ficando uma mocinha, embora às vezes ela faça topless, quando está sozinha). Bom, com cerca de 19 a 19 anos, percebi que o pinto do Marquinhos ainda tinha praticamente o mesmo tamanho de quando era um bebê, ou seja, não estava acompanhando seu crescimento normal. Fiquei um pouco preocupada, e resolvi leva-lo ao um médico, que diagnosticou uma disfunção hormonal - não muito grave, mas que poderia gerar problemas principalmente nos práximos anos, quando ele entrasse na puberdade. Como o médico me explicou, a solução era uma espécie de reposição hormonal, em cápsulas feitas especialmente com uma dosagem específica, que deveriam ser tomadas até que a situação se regularizasse.

A partir daí, comecei a dar o remédio pro Marquinhos, uma vez ao dia, como o recomendado. Dizia a ele que eram “vitaminas”, pois imaginei que um assunto delicado desse tipo poderia gerar algum tipo trauma psicolágico, ainda mais para ele que era homem, que estão sempre preocupados quando o assunto é tamanho.

Bom, nos durante os primeiros 2 a 3 meses não notei muita diferença, até achei que não estivesse dando resultado. Porém, dos 3 meses em diante, percebi que realmente ele começou a se desenvolver. Durante o verão, sempre achava uma desculpa pra fazê-lo nadar pelado, a fim de que pudesse discretamente verificar se o tratamento estava dando resultado, e relatar ao médico qualquer problema que porventura surgisse.

Aos 4 meses de tratamento o pênis do Marquinho estava com uns 10cm o que, até onde sei, seria o tamanho normal. Logicamente que eu não media com uma régua, mas costumava tirar algumas fotos com a maquina digital, fotos normais, dele brincando, e depois por comparação, estimava o tamanho. Fiquei feliz que estava tudo indo bem, e como a prescrição era de 6 meses, continuei o tratamento. Aos 5 meses, para meu espanto, havia crescido para uns 13cm, e aos 6 meses, atingiu cerca de 16cm! Ou seja, com uns onze a doze anos ele já tinha um pênis comparável ao de muito homem crescido, inclusive ao do meu ex-marido.

Relatei ao médico, inclusive enviando algumas fotos, que disse que o tratamento havia sido um sucesso (até demais! rsrs) e, segundo os exames de sangue, estava tudo bem. Porém, como acontece nesses casos, não é recomendável parar a dosagem de uma vez, mas sim diminuir gradativamente, até que o corpo se acostume. Ele prescreveu uma nova receita, com a metade da dose, e indicou que continuasse por mais 2 meses.

Continuei a dar as “vitaminas” ao Marquinhos, todos os dias, religiosamente, e com o final do verão, ficou mais difícil “acompanhar” se estava tudo bem. Uma coisa que percebi foi que, provavelmente por causa dos hormonios, agora ele passava mais tempo no banheiro (certamente, se masturbando) do que antes...rsrsrs. Achei isso bom, pois mostrava que tudo ia bem. De vez em quando voltava a olhar as fotos que eu tinha tirado, e algo começou a mudar em mim...apesar de ser meu filho, ver aquele garotinho, magrinho, com um pênis maior que o normal, não sei porquê mexeu comigo. Comecei a imaginar como ele ficaria conforme fosse crescendo, se continuaria daquele tamanho ou aumentaria ainda mais, como geralmente acontece, e confesso que fiquei excitada. Como falei, meu ex-marido tem um pênis de tamanho normal, e nunca achei falta de mais. Porém, quando íamos ao motel, ele colocava no canal pornô pra aumentar o clima de sacanagem, e quando eu via aqueles atores com picas bem maiores, ficava imaginando como seria a sensação, se eu aguentaria, etc etc...rsrsrs...

Enfim, devaneios à parte, ao final daqueles dois meses já estava curiosa pra saber como estava a “situação” do Marquinhos. Não seria fácil arrumar um jeito pra ele tirar a roupa na minha frente (já que o verão havia terminado), então pensei num truque realmente sujo: como em casa temos um computador em cada quarto, dei uma Webcam de presente pra ele, dizendo que agora ele podia conversar melhor com os amigos. Tomei nota do apelido dele no MSN, e aguardei até um dia que meu marido estava fora, viajando.

Entrei no MSN, com um nome falso, claro, e adicionei meu fiho, dizendo que era uma garota da escola, que ele não conhecia mas que eu havia conseguido o contato dele através de uma amiga, e tal...nessa idade, os garotos são muito bobinhos, e é fácil leva-los na conversa. Conversei bastante, e entao comecei a fazer umas perguntas mais íntimas. Percebi que o taradinho foi entrando na brincadeira, pedi pra ele ligar a cam, ele nem pensou duas vezes. Foi meio estranho vê-lo na tela do computador, sabendo que estava no quarto no andar de cima, mas a essa altura minha curiosidade já estava a mil, e pedi pra ele abaixar a calça na cam que eu queria ver seu pinto. Ele disse que não, que tinha vergonha, ficou perguntando o por quê, um monte de coisa...mas fiquei falando tanto (e acho que ele no fundo estava gostando), que no fim das contas uma hora ele ficou em pé, colocou a cam na altura da cintura e abaixo o shorts.

Nesse momento, meu queixo quase caiu - seu pinto, que estava meia-bomba, devia estar com uns 18cm! Já seria um tamanho grande, pra um homem crescido, porém naquele corpo magrinho de doze anos parecia ainda maior. Apesar de ter cortado pela metade os hormônios, eles ainda estava fazendo efeito...e não sá o pênis estava maior, como suas bolas estavam grandes também, maiores que o normal, penduradas num saco lisinho quase sem pêlos. Confesso que fiquei chocada, aquela substância tinha transformado meu garotinho numa pequena aberração! Mas ao mesmo tempo, instintivamente levei minha mão por entre as pernas, e senti meu grelinho duro e a buceta ficando molhada. Perguntei pra ele se ele sabia o que era punheta, ele disse que sim, e pedi pra ele bater uma enquanto eu assistia. Queria ver se realmente estava tudo “funcionando” como deveria...Sua mão, pequena, fazia o pinto parecer gigante, que endureceu rapidinho. Perguntei se ele já tinha gozado alguma vez, ele também disse que sim, então falei pra ele continuar até o fim, que eu queria ver, o que não demorou muito. Outra vez, fiquei chocada! Saíram vários esquichos de porra farta, produzida por aquele par de bolas inchadas, umas 6 ou 7 vezes, do seu pau que pulsava. Lembrei das gozadas do meu marido, que apesar de fartas na juventude, nunca tinham se comparado àquilo. A porra foi se acumulando sobre sua camiseta preta, jato apás jato, chegando perto do seu pescoço devido ao tamanho do pau comparado ao seu corpo pequeno.

Naquela hora eu realmente não sabia o que fazer: se ficava feliz pelo meu garotinho, ou se ficava brava por ele ter se exposto assim tão fácil, pra alguém que ele nem conhecia. Antes de escrever qualquer coisa mais, ele limpou a mão na camisa, e falou que tinha de sair pois já era tarde, e já foi desligando a cam. Não sei se ficou assustado, arrependido ou simplesmente esgotado, e saiu do chat.

Fiquei um tempo ali, parada, ainda digerindo tudo o que havia assistido...e percebi que meu tesão estava a mil. Como estava sozinha no quarto, comecei a entrar em alguns sites pornôs com atores bem-dotados, me masturbando e dando vazão às minhas fantasias que, acredito, até aquele momento haviam estado escondidas e reprimidas nos cantos escuros da minha consciência. Minha vida sexual já não estava lá aquelas coisas, então não senti remorso, e encarei como uma injeção de tesão na minha sexualidade. E, ao mesmo tempo, um plano safado e obsceno se formava em minha cabeça...



Fim da Parte I

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos servente de pedreirocontos erotico viciadinha em chupa picaTennis zelenograd contoDei a buceta e o cu,para um roludo e chorrei muito conto eroticolotação filhinha sentou no meu colo contos de sexoenrabado no campingContos entiadas apanhando para submeter ao sexono hotel com meu filho contos de encestocontos fui adotadaas pamteras se fudeu rola crossa no cucontos eroticos, venerava meus mamilosProfessora de shortinho partindo a bucetaCOROA DEIXA CALÇINHA Á MOSTRA EM IPATINGA-MGbuceta de crente meu nome domitiliaxv leke dormindo .com madrstazoofilia garota de programa asustada com pauza do cavalo boneicontos/casado gosto de exibir a bundinhavoyeur de esposa conto eroticoContos de pai me banha e enxuga a xoxotacasada e compadre conto gaycontos coroas fudendocom novinhomeu amigo travesti me comeu contosmeu marido morreu e eu to com tesaoEla pediu pra cheira e ele esporou nacara delacontos de mulheres que gostam de mamar caralhos e lamber conasminha mae é a mulher do meus amigos contosconto eróticos mendigo batendo punheta na rua da minha casaesfregando na mãe de shortinhocomendo a boca da prima contocontos eroticos primeira vez brincando de sacanagemenfiaram sorvete no meu cuzinho contos erroticosgay dopou amigo contoContos eroticos .meti com sogroContos pornos-mamae deu um selinho no meu pauminha esposa nem desconfia que eu gosto é de rola contos gaycasa dos contos incesto carlcontos eroticos meu sobrinhoContos tia de saia curtaSou casada fodida contopornodoidonaocontos eróticos de gay O Coroa me deu a bundinhacontos eroticos apostei meu marido e pedirMeu amigo me convenceu eu deixa ele chupa no meu pauassistindo tv no colo do meu filho casa dos contos eróticosContos eróticos comendo uma travestir lindaassistir filme pornô mãe então você tá grande meladaconto gay o primo do meu amigo so metendo n mato n buceta da minha filha n causinha video mobilconto papai gosta de beijar minha pepecacontos erótico menininha na trilha vidianho quis me da e nao resisticontos eróticos papai me comeu pequenaconto erótico esposa foi parar no hospital com a buceta sangrandohistórias eroticas minha primeira vez com dois homensex cunhada safada casada com presidiáriominha tia atendeu a porta sem calcinha contos eroticoscontos eroticos comendo o bundao crentes vadiascontos porno traca troca amiguinhotive que comer ela /contoconto erotico bruto com vadiapau duro na frente da tia contoscontos comi minhas filhasvi minha mãe no banheiro pelada taquei o pau na coroa gostosa a forçaconto menina gostou do leitinhocontos eroticos mendigo gays orgiaContos eróticos minha mulher virou vi e foi iniciadacontos eróticos coni minha filha e seu amigo gaycontos/flagrei minha prima dando para dois negoesvideornpossticos bem greludoscontos eroticos de viadinhos de calsinhaConto erotico sou madura e genroespiando a prima ce troca pornozoofili a nimada travestiVem vem safado contofudendo pra valer com tubo de gel no raboolhei aquele pauzao do cara meu marido nao percebeufiz amor com minha irmaComtos mae e filha fodidas pelo empregado do maridoMeu vizinho me chupou conto eroticocasadas safadas me deu a calcinha usadas contos eroticoscontos eroticos de spankingContos eroticos escussao com meu marido banco diferentefui consola a cunhada contoswww.contos eroticos porno eu meu marido e o nosso cachorro fazendo dp zoofiliacontos eroticos mae viuvaprimo chantagista contos eroticosdei a buceta pra não me entregarem contos reaisEla pediu pra cheira e ele esporou nacara delacontos eroticos pego gostoso o meu filho gueicontos eroticos como meu irmao me comeu o meu cucontos porno professora e a tiacontos eroticos enganopenis motruosohistorias de afilhdas trepano com padrinhocontos eróticos a puta mal conseguia caminhar no saltoContos erotico ferias quentes cinco o retorno do titio pegadorMeu padrastro negro fodeu minha cona. Conto erótico heterossexual.contos eroticos em familiacontos eróticos com fotos esposas estupradas submissas