Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

ESPIANDO A CUNHADA

Espiando a cunhada.

Olá, o conto que vou contar aconteceu no ano de 2008.

Me chamo Rafa, tinha 19 anos e namorava à 3 anos com Gabi, ela tem 1,65m é loirinha, magrinha tem uma barriguinha bem lisa, seios pequenos, bem branquinha.. uma verdadeira patricinha. Acontece que a Gabi, na época com 19 anos tem uma irmã, seu nome é Adriane.

Adri é tem minha idade, uma moreninha linda. Corpo muito maneiro, magra 1,55m seios grandes, em comparação ao corpo. Bundinha malhada, toda compacta, pena que namorava também com Felipe, esses maluquinhos estilo Pitboy, sá que bobão.

Sempre que dormia na casa de Gabi imagina como minha cunhadinha no quarto ao lado estava dormindo. Todas as vezes que saia do quarto via que estava tendo atividades no quarto dela, as vezes quando Felipe estava dormindo lá, as vezes não. Começei uma “caçada”, decidi que enquanto não visse minha cunhada nua, não ia parar de tentar espiá-la.

Comecei a pensar em várias formas para conseguir a minha façanha, começei espiando, sempre quando dava, pela fechadura do quarto, mas era sempre a mesma histária: Eu espiando, e ela no computador, dava pra ver perfeitamente, ela sentada e a tela do computador, Orkut, MSN, FOTOS e mais FOTOS e absolutamente nada.

Resolvi apelar, pensei em comprar cameras, essas de caneta, gravatas, borrachas, e colocar no quarto, colocar no banheiro e em outros lugares. Fiquei abismado com o preço dessas coisas, achei melhor testar com o meu celular. Esperei ele entrar no banho, peguei meu celular e enrrolei em uma camisa, deixando sá a lente da câmera pra fora, Coloquei em cima da estante dela de forma que ela não percebesse. Morrendo de medo, se fosse pego, com certeza meu namoro acabava, mas meu tesão era enorme.

Assim que ela saiu do banho, passou de toalha pelo corredor e se trancou no quarto. Gabi levantou-se e foi arrumar umas roupas que estavão no seu quarto, rapidamente verifiquei se meu sogro e minha sogra não estavão por perto e fui verificar pela fechadura.

Botei o olho na fechadura e de cara vi pela primeira vez a bundinha peladinha da minha cunha, que coisa mais linda! Moreinha, com marquinha de sol, me esforcei muito para ver a sua bucetinha por trás mas não consegui, mesmo assim já era um avanço, e como ela estava de frente pra camera pensei que o video ia ser muito produtivo.

Ela deixou o quarto para ir estende a toalha e rapidamente entrei para pegar meu celular. Voltei para a sala e fiz uma pré-vizualização do filme, disfarçando para que Gabi não percebesse nada. Já de cara percebi que a qualidade ficou péssima, mas já era alguma coisa. Meu tesão pelo corpo de minha cunhada era demais. Não aguentando mais dei um “S” em Gabi e disse que ia dormir em casa, queria me acabar na punheta.

Fui pra casa e descarreguei o video no meu PC. Assim que abri, adiantei um pouco até o ponto em que ela entrou no quarto. Na hora meu pau endureceu. Ela começou, virou de costas pra câmera, abaixou a toalha e vi sua bundinha denovo, meu celular não é nenhum sony ericsson mas tem uma cam mt boa, deu pra ver mt bem seu corpo inteiro de costas, nesse momento eu ainda não tinha chegado até a porta, dei mole, ela estava virada de frente pra ondeu eu à espiava.

Foi quando o momento mais esperado aconteceu, ela se virou, e pela primeira vez, eu vi seus seios, eram lindos, grandes e redondos, bicos rosinhas, muito delicada, muito linda, ela era bem particinha, começou a passar creme no corpo inteiro, bem lentamente, como se soubesse que estava sendo filmada. A danada era tão sortuda que ficou com a toalha sobre os joelhos exatamente tampando seu “bem” mais preciso. Não faz mau. Já tinha pegado o jeito, sabia que dali pra frente era sá alegria. Continuei me deliciando vendo ela acariciar os seus seios e junta-los como se estivesse ensaiando uma espanhola, via em sua cara um sorriso bem sacana. Foi quando tudo acabou...

Espero que gostem, como podem ver não há nada de impossivel, realmente aconteceu, e aconteceu mais.. muito mais..

Vou continuar contando pra vocês.

Para as meninas que quiserem saber mais.. entrem em contato.

[email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eróticos da quarta-feira de Cinzasno vinha naciririca na web no rnincesto tio ginecologista bolinando sobrinha de dez anoscontos safada na lavouragozei no copo e dei pra minha tia bebeu contosminha sobrinha pediu para mim gozar na calcinha dela contos eróticoso computador da minha filha contocontos eróticos me deu um chocolateacordei com meu cuzinho todo melado contos gayincesto reais irmão tirando virgindade de irmã pequena em van escolarContos eroticos brinquei de cachorrinho com meu irmão mais velhocoroa amostranda a calcinha video feito casacontos eroticos fui estupradaconto erotico. virei mulherzinhha do meu primocontos eroticos adoro mijar na calcinhaConto erotico sou madura e lesbica com filhacontos com sogras acima de 50anos pornôcontos eroticos zoofilia aparelho coletacontos eroticoa arronbada pelo titioSou casada mas bebi porro de outra cara contosMinha esposa adora um homem negro contos eroticoscontos porno esposas estuprados submissosmasturbando no banho ponhou nangueira de agua na bucetacontos minha cunhada de shortinhos bem curtinhocontos minha filha enrroscada na minha picacolocando a prizilha na bucetaO primo enterrou o pauzão de uma vez so tirou o cabacinhopirralho contosfoi chantageada pelo meu colega de trabalhonuma festa minha esposa colocaro ela pra dormir quando eu vi contoconto.minha esposa deu para 5contos-meu cuzinho contraindo no teu paugay seduzindo hetero abaixando preso da casa so pra transarcontos eróticos tenho um caso com minha sogracoonto viuva come filhocontos trai com meu cunhadoburrinha zoofiliaContos fui nadar com minha avó acabei comendo elavizinha conto realesposa rapaziada contosContos eróticos cearáporno cm sogra coroa loira ejeroeu so uma muher casada eu dei minha calcinha pro meu cunhado bater uma pensando em mimcontos eroticos arrastada pro mato e enrrabada pelo brimo da rola grossacurra contoMuller casada quer jumento para me ter nelacontos eroticos casal e filhos bi passivosconto erótico viadinho vai morar com os tios e tem que usar calcinha e short de laicracontos evangelicaContos eróticos padrastoContoseroticosdecaronaconto me fode maninhocontos eroticos bumda arebitadascontos vi pau enorme cheio de veiasLora dismaiando no cu no anal em tres minutoscontos eroticos sinistrosdei minha filha p meu amante pauzudo desvirginar contoscontos eroticos piscinacontopaugrandecontos eroticos nupcias mete amorconto a vizinha tetuda casou mas seu casamento t maucontos me ensinaram a bater uma siriricaContos de mãe que adora ver sua filha casada, trepando com seu genropau na boca da namorada dpcontos eroticos real engessadamasturbando no banho ponhou nangueira de agua na bucetaconto erotico com menina e cachorrocontos eroticos lesbicas vi a buceta da minha amiga grande e greludaMulher quadril fino buçeta arreganhada contos eroticos na construçãocontos eroticos a bucetinha depilada da minha maeerotico menininhaTrempando em cima da lancha com o coroa conto eroticoContos eroticos com esposas que foram arrombadas pelo tio do maridoconto ela apostou o cuzinho e perdeuvideo porno 45cm de rola na filhinha dormindoporno puxo o cabelo dela de quatro e arregaço sem dofoto de travestis arreganhadas de frentecomo é q faz pra uma mulher bater uma ciririca sozinh pensando em outra mulher???Vem vem safado contocontos eroticos comi o menino mais novoContos eróticos: boquete quando pequenahomen dotado arronba cu rapaz de programaContos gay se beijando com esporra de outroconto erotico humilhado na festatravesti bombom contos eróticosconto meu amigo me ensinou come o cuzinho da minha filinha pequena