Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

ENCOXANDO NEGUINHA BUNDUDA BAIXINHA NO TREM

Olá. Deixe-me fazer uma breve introdução neste meu primeiro conto.



Durante muitos anos fui Office-Boy e costumava pegar vários ônibus todos os dias. Isso me fez ficar craque na arte das encoxadas por muito tempo.



Infelizmente, esse tempo passou; mas não quer dizer que não continue encoxando ocasionalmente. Trabalho de roupa social todo dia, e costumo utilizar o transporte coletivo em São Paulo por conveniência e por prazer ;)



Outro dia, por exemplo, estava pegando o trem lotado, sem estar muito mal intencionado. Porém, o trem estava realmente lotado, e fiquei na parte que menos atrapalharia quem estivesse entrando: do lado da porta, mas não de frente para ela. Existe um pequeno espaço nesse local, onde estava eu e, do meu lado, uma mulher de jeans e virada de lado e de costas para mim. Eu e ela segurávamos no cano acima de nossas cabeças, e eventualmente ela dava alguns esbarrõezinhos com sua bunda em minha coxa.



Porém, no começo do corredor, quase do meu lado, estava uma neguinha meio gordinha, baixinha, com uma cara de poucos amigos, mas com uma barriguinha deliciosa que dava para ver o umbigo e uma bunda extremamente grande e redonda para sua altura (eu não sou alto, mas ela era mais baixa ainda!).



Fiquei secando demoradamente aquela barriguinha e aquela bundinha deliciosa, mas em nenhum momento saí do meu lugar inicial do trem. As pessoas é que iam passando para o corredor ou saindo dele.



A baixinha neguinha vestia uma pequena blusa aberta e um top, onde conseguia se ver sua barriguinha meio redonda com peitões bem generosos. Do lado de baixo, uma daquelas calças e moleton branca com figuras bem apertada. Uma delícia para encoxar, pois ela sente seu pênis se esfregando, e você sente a bunda dela, que no caso era um pouco mole mas com muita "sustância", do jeito que eu gosto.



Mas não tínhamos encostado um no outro ainda. Um senhor bem mais velho entrou em uma estação e resolveu encostar-se bem atrás da neguinha. Enquanto isso, flertava levemente com a outra mulher e sua bunda dentro do jeans.



Eis que entra mais uma mulher na jogada: uma negra de altura mediana e vestido alaranjado, que vai do ombro aos pés. Ela entra meio apressada naquela algazarra e eu deixo um pequeno espaço para que ela fique do meu lado. Ela vem com uma certa pressão e vai se colocando aos poucos na minha frente. Como eu já estava esfregando minha coxa em sua bunda, não grande, meio mole e que dava para ver o "meinho", ela foi cada vez mais ficando perto de mim, até que na práxima estação, que encheu mais ainda o trem, ela se agarrou no cano, ficando perto dele mas um pouco afastada, e eu fiquei bem atrás dela, já mirando meu pau bem no meio da bundinha dela.



Fique então esfregando e ajeitando meu pau atrás dela. Ele naquele dia estava mais virado pra direita, mas eu endireitei ele com uma mão e deixei bem de frente para o meio da bunda dela, pois minha posição estava bem "privativa" naquele trem, com ela sá pra mim, que, pelo jeito, estava gostando muito.



Então eu comecei a empurrar levemente para a frente e para trás, pros lados, no ritmo do trem, e ela foi levada junto comigo. Parecia que já estava estocando no meio daquela bunda que encaixada direitinho com minha altura.



Até que tive que dar licença para um monte de gente descer em uma estação intermediária. Isso fez com que eu fosse "espirrado" de volta do lado da negra mediana. Por outro lado, a neguinha baixinha já estava meio irritada com o velho atrás dela e se colocou na frente da negra de laranja, ficando com sua enorme bunda agora do lado do cano, quase onde eu estava.



Daí foi inevitável. Aos poucos parte da polpa de sua enorme bundinha foi se alojando do lado da minha coxa, e pelo jeito era exatamente isso que ela queria, pois estava indo cada vez mais ao meu encontro. Meu pau estava a riste, e ela em uma série de movimentos ajudados pelo trem, e eu, "indefeso" e sendo jogado do lado dela, encostei brevemente, mas deliciosamente, meu pau todo melado em volta de sua bunda reconda e deliciosa, molinha como eu pude constatar dando pequenas apertadas com a coxa.



A grande vantagem dessa vez foi que ela era bem baixinha, de forma que conseguiu passar de baixo do braço da negra de vestido, e se achegou mais perto de mim. Era uma neguinha bem safada, pois fingia que estava irritada com a situação, mas cada vez ia mais perto de mim.



Quando o trem saiu de uma estação e foi para a nossa, me inclinei e virei para o lado da porta. Ela fez a mesma coisa, quase se colocando na minha frente. Mas não foi dessa vez. Já estava extasiado e valeu a experiência, para quem não esperava nada naquele dia.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Casada Amigo do meu filho sexo contosporno traicao roludo conto pornoConto sogra magrelinha gosta de orgiaa amiga resolve acordar a amiga com a mão na buceta delacontos eroticos de incesto: eu e meu filho na piscinawww.tirei o cabaço da irmã caçula na casa da vovó.comcontos vendo minha prima sendo fodida pelo namorado acabei dando tambe betinhachantagem com irma contosminha cunhada traindo meu irmao com o patrai contosSou casada mas bebi porro de outra cara contosconto erodico 5 amigos me fuderaocontos de incestos e orgias com minha mulher minha irma emcass nudistascontos eróticos de gay e picudo pedreirosputinha da escola contos eroticosconto erótico menina zuando pau pequenocontos eróticos uma travesti chupou miha bucetona greluda no banheiro femininocasa dos contos mae e filha xupação de bucetaContoseroticodevelhasconto gay bebado fui fodidopagou pra cunhada,sobrinha,enteada,pra chupar caseirohttp://googleweblight.com/?lite_url=http://okinawa-ufa.ru/conto-categoria_2_114_gays.html&ei=e8yqT8MC&lc=pt-BR&s=1&m=564&host=www.google.com.ar&f=1&gl=ar&q=Contos+Fudendo+um+hetero+com+o+cu+sujo&ts=1485672497&sig=AF9Nedkia2TWDM2T0ozn41vBE5bkl1pQLAxvidio preza na ilhacontos eroticos eu e minha filha somos as putas do bairro e meu marido sabecontos cachorro lambendo penis de homemFodi a enteada a cunhada e sobrinha na praia de nudismo contoerooticoContos com comecei a usa fio dental e dar o cuzinhotomo porra diferente todo dia conto erótico conto erotico de faxineira casada safadame arrombou o rabo contos casadame humilharam comendo minha namorada contoconto erótico o capataz tarado pelo viadinho de calcinhamacho negro fudeu tanto minha esposa q ela desmaiou contos eróticoscontos eroticos de vovocontos virei cadelinha assumidipaty abriu a buceta com os dedos contoscontos eroticos de orgias com minha mãe negraNetinhas mamando pica contoseroticosconto erótico sobre 69 entre primos gays com fotoscontos eróticos de bebados e drogados gaysContos nao sabia bate punheta amiga de mamae me explicouconto erotico de guri dotado com mulhercontos ela me feminizouconto: a namoradinha do papaiminha esposa e sua namoradinha contoconto erotico traindo o namoradocontos erotico gay dei pro amigo do meu pai e comi a cachora dele sorfilafilmadora dentro da vagina enquanto gozacontos eroticos eu minha amiga somos putaContos eroticosm comendo a prima de calcinha amarelaorgia com velhas contos eróticoscontos eroticos em audio de envangelicas que gostam de dar o cucontos de mulheres viuvas sendo pelo penis grandedando banho cacula conto eroticos gayconto eróticos irmãozinhos incestocontos eroticos saia plug gaycontos dona florinda chaves pau durodei contosconto de casada com preso que fazer por uma pirocacontos eroticos menininhaesposas traindo dando o cu,contos de 1988contos porno de comeram minha namoradacontos de sexo minha irma me enganoucontos eróticos sou hetero mas deucontos eróticos passando o pau no cuzinhodando pro genro. contos eróticosputona da pro chefe marido nem desconfiaconto gay meu cunhado comeu meu rabo e virou meu namoradoconto sem calcinha a troco de doceContos punheta no garoto constrangidocontos eroticos alice com a buceta inchada Sou casada mas bebi porro de outra cara contoscontos eroticos perigoconto erótico de mendingomulek gemendo no pau do outro mulrkContos fiquei bebada e me chuparamdeixei meu irmão exitado conto.incestobebadas na piscina contosrelatos minha esposa dando a bundinha eu chupando a x******contoseroticos gay cuidando do primo bêbado gozando na submissa deitadacontos eroticos esposa fio dentalenchi o cuzinho da travesti contoscomi a minha mãe na chantagem