Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

ENCOXANDO NEGUINHA BUNDUDA BAIXINHA NO TREM

Olá. Deixe-me fazer uma breve introdução neste meu primeiro conto.



Durante muitos anos fui Office-Boy e costumava pegar vários ônibus todos os dias. Isso me fez ficar craque na arte das encoxadas por muito tempo.



Infelizmente, esse tempo passou; mas não quer dizer que não continue encoxando ocasionalmente. Trabalho de roupa social todo dia, e costumo utilizar o transporte coletivo em São Paulo por conveniência e por prazer ;)



Outro dia, por exemplo, estava pegando o trem lotado, sem estar muito mal intencionado. Porém, o trem estava realmente lotado, e fiquei na parte que menos atrapalharia quem estivesse entrando: do lado da porta, mas não de frente para ela. Existe um pequeno espaço nesse local, onde estava eu e, do meu lado, uma mulher de jeans e virada de lado e de costas para mim. Eu e ela segurávamos no cano acima de nossas cabeças, e eventualmente ela dava alguns esbarrõezinhos com sua bunda em minha coxa.



Porém, no começo do corredor, quase do meu lado, estava uma neguinha meio gordinha, baixinha, com uma cara de poucos amigos, mas com uma barriguinha deliciosa que dava para ver o umbigo e uma bunda extremamente grande e redonda para sua altura (eu não sou alto, mas ela era mais baixa ainda!).



Fiquei secando demoradamente aquela barriguinha e aquela bundinha deliciosa, mas em nenhum momento saí do meu lugar inicial do trem. As pessoas é que iam passando para o corredor ou saindo dele.



A baixinha neguinha vestia uma pequena blusa aberta e um top, onde conseguia se ver sua barriguinha meio redonda com peitões bem generosos. Do lado de baixo, uma daquelas calças e moleton branca com figuras bem apertada. Uma delícia para encoxar, pois ela sente seu pênis se esfregando, e você sente a bunda dela, que no caso era um pouco mole mas com muita "sustância", do jeito que eu gosto.



Mas não tínhamos encostado um no outro ainda. Um senhor bem mais velho entrou em uma estação e resolveu encostar-se bem atrás da neguinha. Enquanto isso, flertava levemente com a outra mulher e sua bunda dentro do jeans.



Eis que entra mais uma mulher na jogada: uma negra de altura mediana e vestido alaranjado, que vai do ombro aos pés. Ela entra meio apressada naquela algazarra e eu deixo um pequeno espaço para que ela fique do meu lado. Ela vem com uma certa pressão e vai se colocando aos poucos na minha frente. Como eu já estava esfregando minha coxa em sua bunda, não grande, meio mole e que dava para ver o "meinho", ela foi cada vez mais ficando perto de mim, até que na práxima estação, que encheu mais ainda o trem, ela se agarrou no cano, ficando perto dele mas um pouco afastada, e eu fiquei bem atrás dela, já mirando meu pau bem no meio da bundinha dela.



Fique então esfregando e ajeitando meu pau atrás dela. Ele naquele dia estava mais virado pra direita, mas eu endireitei ele com uma mão e deixei bem de frente para o meio da bunda dela, pois minha posição estava bem "privativa" naquele trem, com ela sá pra mim, que, pelo jeito, estava gostando muito.



Então eu comecei a empurrar levemente para a frente e para trás, pros lados, no ritmo do trem, e ela foi levada junto comigo. Parecia que já estava estocando no meio daquela bunda que encaixada direitinho com minha altura.



Até que tive que dar licença para um monte de gente descer em uma estação intermediária. Isso fez com que eu fosse "espirrado" de volta do lado da negra mediana. Por outro lado, a neguinha baixinha já estava meio irritada com o velho atrás dela e se colocou na frente da negra de laranja, ficando com sua enorme bunda agora do lado do cano, quase onde eu estava.



Daí foi inevitável. Aos poucos parte da polpa de sua enorme bundinha foi se alojando do lado da minha coxa, e pelo jeito era exatamente isso que ela queria, pois estava indo cada vez mais ao meu encontro. Meu pau estava a riste, e ela em uma série de movimentos ajudados pelo trem, e eu, "indefeso" e sendo jogado do lado dela, encostei brevemente, mas deliciosamente, meu pau todo melado em volta de sua bunda reconda e deliciosa, molinha como eu pude constatar dando pequenas apertadas com a coxa.



A grande vantagem dessa vez foi que ela era bem baixinha, de forma que conseguiu passar de baixo do braço da negra de vestido, e se achegou mais perto de mim. Era uma neguinha bem safada, pois fingia que estava irritada com a situação, mas cada vez ia mais perto de mim.



Quando o trem saiu de uma estação e foi para a nossa, me inclinei e virei para o lado da porta. Ela fez a mesma coisa, quase se colocando na minha frente. Mas não foi dessa vez. Já estava extasiado e valeu a experiência, para quem não esperava nada naquele dia.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


ver contos eroticos de empresários comendo o cu de.funcionárioscontos eroticos meu patrãomolestando a amiguinha no meu colo pornocontos eróticos de prendedor de mamilosso metendo n mato n buceta da minha filha n causinha video mobilSou casada mas bebi porro de outra cara contosconto erotico padrasto peito peludo acariciandonegao deu o cu contos gaylongos contos eroticos estupros dpcontos eroticos cu cheio de mijocontos erodicos no colo para me tercontos eroticos menina de 07anos dando a xaninhacontos bebe safadaContos gay comi o namorado da minha irmacache:GAEDmAeFVBUJ:okinawa-ufa.ru/m/conto_18319_fodendo-gostoso-minha-paciente.html chegou na casa da visinha e ja foi logo comendo a safadCamila minha enteada Tirei o c***** dela bem gostosogruda nos pelinhos da bucetacontos eroticos incesto bebadoconto eroticoo virgindadecontos eroticos tava numa vontade danada de comer um cu e acabei dando o meuGostosas nao aguentam o tesao e traem em contoscontos eroticos a crentinhaContos fudendo elabucetas carnudas grandes beicos casadas cornosme casei com um cornofilho casetao de 30cmcontos erotico levwi minha esposa numa suruna de suprwsaContos erotico exibi meus seios enormes pro entregadordepilada entrei nua no quarto contoscontos eroticos fodir ater perde a vondesadomasoquista gozando com garrafa enfiadasexo.filho.fode.a.mae.na.cozinha.e.grava.tudomama direito vadia csralhovoyeur de esposa conto eroticoinquilino do meu esposo contos eroticoesposa safada de biquini na farraconto erotico traindo o namoradocontos eroticos duas amogas se masturbando freiraslalargado na bucetatenho traços femininos cu conto eroticocomo fazer para sua vizinha casada gostosa safada seder o rabotravestiszoofiliafotosMeu irmao me confessou que ele e gay e tem vontade chupa no meu penisvoyeur de esposa conto eroticocontos verdadeiro de filha de 10 aninhos dando o cuzinhocontos eróticos cheirando a bunda de mamãecuzao esposa praia contosConto erotico sou morena clara evangelicacasadasna zoofiiliacontos heroticos gay meu primo de dezessete me comeu dormindo quando eu tinha oito anoscomi a mae do meu amigo contoContos eroticos corredorsexo gemidosssconto erotico peguei meu marido trepando cõm minha irma na camacontos eroticos de advogadas coroascontos eroticos anal paraenseconto de incesto iniciando os filhos a arte do.incestominha sobrinha eu vou sempre fuder ela no motel conto eroticoconto erotico a pau dele me arrombouconto fodir angela minha madrastaConto erotico duas mulheres fudendo bem gostosocontos gay comendo o amigo rabudo em casaConto erotico agachamento no pauvídeos de sexo com mulher da b***** bem chorona e o cubo empinadinho bem durinhofiquei 2 semanas sem masturbação quando masturbei explodiu porra para todos os ladosA filha do meu amigo veio do interior pra ser minha empregada conto eroticocontos cornos fio tera pintinho viadocontos eroticos de casada levando jatos de porra do comedorsenhor dos contos eróticos incesto chantagemconto fiz um trato com meu tio de ele me engravidar eu da o cu a elecontos eróticos gay EMMO o maconheiroChantageei minha tia escrava lesbica contocontos iniciando um viadinhoContos eróticos meu tezao de paigožano na buceta da irmangostosa e muito branca maz mete muitorasguei o afeminado novinhocoroas safadas depilando as axilasCunhada dormindo com a bundinha descobertacontos erotico meninha espertacontos eroticos cadelacontos eróticos meu sobrinho punheteiroconto hertico meu vizinho me arrombou sem minha prrmissaocomi minha irmã na escola conto eroticoContos eroticos escussao com meu marido banco diferente