Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MULHER DE BEBADO NÃO TEM DONO!

Um dia bebi um pouco demais em um jantar e tive que ser levado para casa por um colega, o cidadão e a minha esposa me levaram para dentro de casa e me colocaram na cama, não demorou muito pra minha esposa começar a falar que ja estava cheia de todas as festas eu beber os dois sentaram-se e começaram a conversar do meu lado, fingi que estava dormindo pra ver oque dava, ela começou a chorar e ele lhe abraçou para conforta-lá, nisso ele sentiu os peitinhos dela e apertou mais ele perguntou se não tinha perigo de eu acordar, ela disse que não que quando eu dormia bebado sá acordava noutro dia. Ele começou a elogia-lá e beijou seu pescoço, ela arrepiou-se e olhou para mim pra ter certeza que eu estava mesmo dormindo então pegou a mão dele e colocou em seu peitinho ele sem cerimonia curvou-se e começou a chupá-lo, não demorou pra ele começar a tirar calça dela, ele falou no ouvido dela "vou encher essa bunda de tapa e essa xotinha de porra" eu sempre dava uns tapinhas nela, mas ela parecia não gostar, ela olhou para ele e disse me come na frente desse corno, ele baixou a calça e deixou amostra uma pica duns 20 cm e falou pra ela "abaixa e chupa sua puta" ela não gosta de chupar mas ele lhe deu um tapinha na cara e fez ela abaixar, ela começou meio receosa mas ele forçou sua boca então ela começou a sussurar e lamber o saco do colega, eu nessa altura já estava com o maior tesão e de pau duro, ele mandou ela passar a lingua na sua pica e depois me beijar ela obedeçeu e me beijou, nisso ele deu um tapa na bunda dela e ela disse pode bater seu filho da puta, ele deu outro tapa e começou a roçar a pica na bucetinha da minha esposa que nessa altura parecia uma cadela no cio, ela disse me come seu puto ele então socou a metade da rola na buceta dela que urrou feito louca, ele mandou ela virar de costa e ficar de quatro na cama ela obedeçeu e eu pudia sentir a respiração dela, ele pincelou novamente a pica na grutinha dela sá que dessa vez enfiou tudo o caralho nela, ela começou a gemer e rebolar e ele dando tapinha na bunda dela oque deixava ela mais louca ainda. Ele começou a tirar e colocar quando ela estava quase gozando ele lhe disse vc tem um cuzinho bem delicioso e hj ele vai ser meu, ela disse que não e ele falou que ela não se mandava, ele pegou um creme que estava em cima da pentiadeira e começou a lambusar a bunda dela e seu cuzinho isso sem tirar a rola da buceta dela, ela começou a gritar que ia gozar e nem tomou conhecimento de mim, nisso ele tirou o pau da buceta dela e começou a colocar no cuzinho dela ela começou a reclamar que estava doente e ele nem tomou conhecimento e disse que sá ia parar na hora que ele gozasse, de repente ela mandou ele enfiar tudo e ele obedeçeu, ela rebolava igual a uma puta e ele gozou umas duas vezes no rabinho dela, ela disse pra ele ir embora pois já estava de madruga, ele saiu e ela foi tomar banho e deitou-se ofegante! Bem de manhã acordei e vi aquela bundinha e me enxi de tesão e comecei a passar a mão ela fingiu que dormia e abriu as pernas, puxei a calcinha pro lado e passei o dedo em sua bucetinha que começou a verter o liquido precioso, enfiei um dedo e ela suspirou então pensei oque é um dedo pra quem tinha acabado de levar 20 cm no rabo, enfiei mais um dedo e ela abriu mais as pernas não guentei e falei agora vc vai ser minha putinha, ela não conseguiu disfarçar e disse haham, soquei tres dedos na buceta dela e comecei um vai e vem, senti que a cadela estava pronto pra gozar e tirei o pau pra fora e começei a tocar uma punheta bem perto da buceta dela, quando ia gozar encostei no cuzinho dela e enxi de porra aquele buraquinho que ainda apresenta vestigio de ter sido fudido, ela disse baixinho"vai meu macho me come", virei ela de costa e soquei no rabo dela de uma vez sá ela urrou pois minha rola tem apenas uns 19 cm más é grossa pra caralho, ela olhou pra tras e disse quero que vc goze mas desta vez na minha cara, atendi o pedido dela e quando ia gozar virei ela de frente e gozei na cara dela, ela se saiu como uma verdadeira puta e lambeu todo o meu pau, depois dormimos abraçados, ela pensa até hj que eu não vi ela sendo putinha de nosso colega, depois disso como ela de todos os jeitos e ela disse que não me troca por homem nem um, é sá eu não beber.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


conto eroticos de casada com pau grandeContos eroticos igrejacontos eroticos eu e mamãe putas do capatazconto erotico mulherzinha gayhttps://cheapjerseysfree904.top/celebritysexstories/m/conto_972_putinha-desde-novinha---o-velho-tarado.htmlcontos eroticos de regata sem sutiapassei a calcinha contos eróticoscontos eróticos troca troca meninoscontos eroticos gay velho mijandoesposa no motel com amigos contonegra doce abriu perna e fudeudei a buceta pro catador de lixocontos eroticos de lolitos com tios de amigosxvidiofodendo entisdacontos me vinguei com o meu ex namoradoamostendo bucetasviajo da bundona aqui na Dona a mostrando o c*contos porno esposas estuprados submissoscontos gay peguei meu amigo comendo um outroconto erotico meu apelido no colegio e jeguinhonem o cu da minha noiva era mais virgem contocontos eroticos peguei meu sobrinho de Pau duroconto erotico menina de shortinho de lycra deixa uma buceta enormecontos gozando pelo cuconto gay nasci pra ser putacontos eroticos de enteadasafeminados de praia grande contatosconto erótico a manicure lesbicacontos sobrinho pega tiacontos de surubas inesperadas com esposa e travestiscontos anal de mulher virgemconto erotico inserto po acasocontos eroticosmeu namorado me encoxando camisinhacontos eróticos de sequestroesposa fogosa casa dos contos erotico 3capituloarrombando o cuzao da tia coroa silteirona na casa delacontos eroticos esposa namorandomeu namo puchou meus cabelos e deu vários beijos em mim o que significa isso?conto erótico papai obedecerMamaes boqueteiras contoseroticoscontos eróticos meu filhocontos eróticos espiandotravesti gemendo a ponta da pistolaconto erotico eu e meu irmao fudendo minha esposaSimone chupando pau de joelhos e levando gozada na bocaconto erótico O Despertar de uma casadaContos minha irma e meu cunhado vieram passar uns dias conoscocontos janaina safadinhacontos eroticossobrinha brincando com bonecapotranca de mini saia fodendocontos gay chorei na pica do meu irmão violentowww.ver contos eroticos de professoras gostosas ruivas de 20 ate 30 anos tranzando com seu alunos de 16 a 19 anos de idadeconto d patricinha c o borrscheirocontos eroticos sou casada o velho da chacara sozinhoContos eróticos minha gata fode com todosContos eroticos no onibuscontos eroticos filha fio dentalcontos gays inicio da puberdade.contos eroticos negao so comeu o cu da minha mulherZoofilia contos menininha chega do colégio animaistransando com a minha ex e a minha atual esposa contos eróticoshttp://transei com meu primo da roça gay contos eroticoscontos fui viajar e tomei no cu e porra na boca contos eróticos gay lambendo o cu do macho heteroContos dois na minha mulherconto eroticos sem maldade senti que os dedos tocavam minha xoxoracontos de sexo gostosa deu pra mim na a baladawww.contopadrinho.comContos gays amante do tio velho desde de pequeno adoro vpu casar com elevi minha mãe no banheiro pelada taquei o pau na coroa gostosa a forçaestorias eroticas meu cunhado emfiou o dedo no cu da minha esposa dormindosó um pouquinho contos videos de sexos melado de margarina no cucontos de aquele caralhão grande e grosso rasgou o meu cu virgem conto erotico incesto sonifero filha