Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

A DELICIOSA MÃE DO MEU COLEGA!

Meu nome é Júlio.Sou moreno, 22 anos, 1,75m e saradinho...nada exagerado, digamos em forma.

Tenho um colega (André) que morava em minha rua e não o via fazia 4 anos. Porquê ele está morando em São Paulo por causa da facul e tal...Mas seus pais continuando morando na mesma casa. Antes dele ir pra SP eu vivia na casa dele jogando videogame, futebol, piscina, etc.

Desde de sempre morri de tesão por sua mãe (Marta)... Uma morena magra, 1,75m, cabelos negros, compridos e enrolados. Não é mto bonita, mas tem uns peitos mto gostosos...não é enorme, tem tamanho e formato perfeitos. Tem uma bundinha pequena, mas redondinha.

Já a vi várias vezes de biquini, já a vi de calcinha uma vez que dormi lá e uma vez a vi pelada...mas foi muito rápido. Sempre me masturbei pensando nela, mesmo sem quase vê-la.

Enfim, no Natal do ano passado ela apareceu em casa com seu marido e com o meu colega. Fiquei louco de tesão na hora, e fazia de tudo pra ficar perto dela sá para apreciar aqueles peitos que estavam num decote maravilhoso.

Neste dia botei o papo em dia com André e combinei com ele que passaria qualquer dia em sua casa para jogarmos alguma coisa...já que ele estava de férias e iria ficar na casa de seus pais.

Uns dois dias depois fui na casa dele a noite pra gente jogar um partida PES no videogame. Cheguei lá e ele pediu pra não fazer muito barulho que seus pais já estavam dormindo.

Depois de 3 horas jogando ele falou pra eu dormir lá pq já tava tarde e assim nás poderiámos jogar mais...concordei e liguei pra casa pra avisar.

Lá pelas 4h da manhã meu colega já estava dormindo e eu sem nenhum sono, pq havia acordado 3h da tarde naquele dia...

Então resolvi descer pra cozinha pra pegar água. Desci, tomei um copo e me sentei no sofá da sala e comecei a ler uma revista.

De repente começo ouvir passos e quando olho dou de cara com sua mãe. Ela estava apenas com um blusinha branca minuscula e uma calcinha branca. Olhou espantada pra mim:

- Júlio, o que vc tá fazendo uma hora dessa acordado aqui embaixo?Eu nem sabia que vc ia dormir aqui!

Fiquei meio sem palavras pela situação e tb pq ela estava deliciosa na minha frente com aquela roupinha.

- Oi Marta, é que to meio sem sono e desci pra tomar uma água. Eu não ia dormir aqui, mas ficou tarde e tal...

- Ah tá, não tem problema...é que eu ouvi um barulho na cozinha e vim ver! Dormi tão cedo hj que não tenho mais sono.

Abri um sorriso enorme no rosto, criei coragem e disse:

- Senta aqui então e me faz companhia.

Ela ficou meio sem graça com meu convite, pq ela tava vestida daquela forma talvez. E eu ali somente de shorts.

A única coisa que passava na minha cabeça é que era essa a minha chance de tentar realizar meu sonho de tantos anos de comer aquela mulher....Eu sabia que a chance de eu me foder era enorme e que poderia criar uma situação muito chata, mas arrisquei.

Ela apenas fez um gesto de sim com a cabeça aceitando meu convite e se sentou ao meu lado no sofá.

Começamos a conversar de coisas como estudos, emprego, família e tal...E sempre que podia olhava pra suas coxas nuas e pra seus peitos saborosos. E meu pau já explodindo dentro da cueca.

Conforme a conversa ia rolando, comecamos a rir...mas baixinho pra não acordar ninguem e eu ia me aproximando mais e mais de seu rosto.

Ela com certeza percebeu me disse:

- Júlio, eu estar vestida assim te incomoda?Porque parece que voce nao está a vontade. Melhor eu me trocar.

Eu rapidamente disse:

- Claro que não Marta. Você está maravilhosa assim.

Nesse momento pensei... Me ferrei, falei demais! Ela vai me dar um tapa na cara....Mas eu não pude evitar.

Ela olhou diretamente nos meus olhos e abriu um sorrisinho no canto do rosto...

- Delicioso é você menino!

Não deu tempo nem de eu responder e quando vi já estavámos nos beijando loucamente. Ela agarrou meu cabelo e começou a chupar minha boca com voracidade. Eu tb a agarrei pelos cabelos e comecei a alisar suas coxas enquanto ia beijando seu pescoço.

Eu falava em seu ouvido:

- Você é muito gostosa, eu sempre quis te comer...vou chupar você inteirinha.

Ela se arrepiava toda e falava:

- Se eu soubesse que vc ia virar um menino tão gostoso, eu teria te agarrado antes.

Fui descendo a boca até chegar nos seus peitos deliciosos. Quando abaixei a blusa comecei e chupá-los eu não acreditava. Anos e anos desejando aquela mulher e ela estava ali na minha frente...totalmente entregue a mim.

Eu mamava aqueles peitos sem nenhuma pressa...aproveitando cada pedacinho, enquanto passava meus dedos em sua bucetinha por cima de calcinha.

Ela então tirou completamente sua blusa e pegou minha mão e levou até sua buceta por baixo da calcinha e disse:

- Olha como eu já to molhadinha.

Dei um sorriso e comecei a enfiar dois dedos nela, enquanto massageava seu clitoris com o polegar...Ela se contorcia pra não gemer alto.

Nessa hora eu nem pensava que alguem naquela casa pudesse acordar...mas tentávamos fazer o minimo de barulho possível.

Logo em seguida me ajoelhei em sua frente e tirei sua calcinha bem devagar. Comecei a beijá-la pelos pés e fui subindo.... Ela me olhava com uma cara de puta que sá aumentava meu tesão.

Quando cheguei com a boca em sua buceta e comecei a chupá-la, ela agarrou minha cabeça e começou a força-la contra ela. Eu chupava seu clitoris com força enquanto apertava aqueles seios.

Fiz ela gozar duas vezes seguidas. Ela mordia os lábios pra não gritar. Logo depois de gozar pela segunda vez ela se levantou e disse:

- Senta aí que agora eu quero esse pau pra mim.

Sentei no sofá e tirei o shorts. Foi um alivio pro meu pau que já tava doendo de tão duro dentro da cueca.

Ela olhou pra ele com um sorriso no rosto e começou a me punhetar enquanto calmamente ia chupando meu saco.

Foi subindo com a língua pelo meu pau até aboncanhá-lo de vez e começar um vai e vem gostoso com a boca.Logo depois me levantei e a segurei pelo cabelo e comecei a meter meu pau na sua boca. Metia tão fundo que as vezes ela até engasgava.

Fiquei enfiando em sua boca por um tempo até percebi que ia gozar...Seguei bem firme sua cabeça e gozei tudinho em sua boca, era tanta porra que escorria pela boca dela. A safada gostou tanto, que depois de limpar meu pau com a língua e engolir tudinho ela disse:

- Que porra gostosa a sua, agora eu quero esse pau dentro de mim.

Atendendo seu pedido, a coloquei deitada no sofá e ergui suas pernas sobre meus ombros. Meu pau nem tinha chegado a amolecer e eu já estava pronto de novo. Comecei a enfiar meu pau levemente em sua bucetinha molhada enquanto olhava em seus olhos.

- Sua peituda gostosa.Você gosta de um pau assim dentro de você é?!Vo te come que nem uma puta.

E ela louca de tesão:

- Enfia tudo logo, me come bem forte.

Enfiei com tudo nela, e comecei um vai e vem frenético. Ficamos assim por um longo tempo até ela gozar. Ela mordia os lábios para não gritar.

Eu tava com o pau dentro dela ainda e eu mandei ela ficar de quatro. Ela se posicionou no sofá de quatro e eu logo comecei a come-lá de novo.

Sá que dessa vez eu tinha aquele cuzinho gostoso virado pra mim. Não pensei duas vezes e comecei a enfiar meu dedo nele. Ela deu um leve gemido ao meu dedo entrar, mas parece que aquilo deixou ela com mais tesão ainda.

Quando percebi que seu cuzinho tinha acostumado com meu dedo ali, tirei meu pau da buceta e comecei a forçar em seu cuzinho. Meu pau tava tão lubrificado de enfiar naquela bucetinha molhada que entrou com facilidade.

Sem brincadeira, acho que fiquei uns 19 minutos comendo aquele cu, até que chegou a minha vez de gozar de novo. Ajoelhei-a em minha frente e me posicionei pra gozar na cara daquela vagabunda.

- Vo goza na sua cara e nesses seus peitos deliciosos sua puta.

Ela pois a língua pra fora e disse:

- Goza gostoso, goza nessa sua puta.

Veio tanta porra que dei um banho nela, vôou porra no cabelo, na boca, no rosto e principalmente naqueles peitões.

Extasiados, nos sentamos no sofá e ficamos uns 5 minutos de olhos fechados curtindo o momento. Ela ali toda esporrada na cara e no corpo. Sá passava na minha cabeça o fato de alguém ter escutado.

Ela foi tomar um banho e eu fui dormir. Quando acordei no dia seguinte ela e seu marido não estavam lá...tinham ido no clube.

Esse fato ocorreu há uns 2 meses e nunca mais vi ela depois disso. Mas sempre fico de olho pela janela esperando uma outra oportunidade para eu comer aquela mulher deliciosa de novo.



VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos erótico meu pai meu cafetao contoscontos meus dois amantesminhabundinhacontoscomi o cu do meu irmao e da minha irma brincando de pique esconde contosSobrinhas do prazer contoscontos eróticos traficantesonho chupar rola confessocontos de negros taradosfodendo gostosa e esporo contos eróticosduas lesbicas se trepando uma ta em cima da cara da outra chupando de vagatinhocontos eróticos priminha caçulaGozou nas minhas coxas por chantagem meu irmão contos eroticosconto comi o cu da minha irmã de 60 anosHomen com buceta afoder com travesticontos lesb esfregar em mimporno traicao roludo conto pornoContos eroticos de mamae qMamando o netinho contoseroticoscontos eu durmo de saia sem calcinhaContos eroticos fudendo baixinhaconto erótico novinho comento casado passivoOs travestis qui São quaz mulhervoyeur de esposa conto eroticoContos eroticos gay dando pro maconheiro safadonegao e o seu caralhoconto minha mulher e um cao d rua fodendocontos eróticos do tio malvadoconto tia pelada em casacontos eróticos casal ônibusContos eroticos curtos com detalhes por detalhes falas e falas eu era uma menina virge de 12aninhos e um tarado me comeconto erotico infiel e lesbicaminha cunhada solteira ela nunca foi casada ela e a irmã mais velha da minha esposa eu levei ela pro motel eu tirei a virgindade da buceta dela minha cunhada disse pra mim que eu ia sempre eu ia fuder sua buceta conto eróticocontos eroticos engravidei uma novinha faveladaconto erotico sogra de calçinha fio dentalver contos erótico mãe gordinha concebido gostosa s*****cadela piscando em uma metendo picapagando conta cartonsex familiaconto minha mulher colocou um piercing na bucetacontos eroticos gays meninos cuidando do amigo bebadocontos eroticos julinha priminha de menorcontos eroticos abusada levando tapamulher ensabuando a buceta grande.contos papai i eu na sala com um amigoa magrelinha de rua contos eroticoscontos eroticos meu irmãovideo de se eu pega ella arranco os cabeo dellacontos caseiros reais eu seduzir meu irmão no baile funkcontos eroticos tarado por calcinhavidio porno d3 uam mulher branca 3 uma homem preyoConto ajudando o meu irmâo comer a filha dele parte doispordinheirocontosconto peidei no pau do negaocontos eroticos como me montei pela primeira vez travestiMinha ginecologista contos eroticoscontos eróticos papaiconto erotico gay no nordestecontos eróticos afim do papai o garoto tava de pau duro contos eróticosrelatos reais ciumento casado corno aconteceu na praiapegando a amiga camila com rabao empinadoContos eroticos enteado gaycom perdi minha virgindade com um policial contoContos incesto tia gravidacontos devassos meu marido geme para eu chupar seu cuzinhocarlão socando ate as bolas no cu da vadiacontos eróticos de a cona da tiaContos entiadas apanhando para submeter ao sexocontos calcinhacontos heroticos gay meu tio de dezenove anos me comeu dormindo quando tinha oito anosMinha mulher voltou bebada e sem calcinha em casa contosMinha vizinha me deixou ver ela transando contossubmisso contos eroticoaContos eroticos c imagens meus dois chefes me comeram por dinheiroConto erotico mendiga peituda 60 anosas travestir mais bonitas e gostoza en imaje que se movimentaFodi minha prima a força contos eróticoscontos eroticos gay meu vizinho de dezenove anos me comeu quando eu tinha dez anosbundinha cobiçado conto erótico gayconto erotico meu tio fez virar putaencaixando na buceta meladaContoseroticos estuprando Vitóriaperguntei pro meu pai o que e punheta conto gaycontos eróticos não consegui evitar o meu irmão contos eróticos um cavalominhas filhas piquena bricano com cachorro contos zoofiliacontos incestuosos - mãe e filho no forró terceira idadegosto de ser corno eu confessoContos zoofilia traicoes caninaConto eu metendo na vagabunda da minha tia e na vadia da sua amigaconto mamo rolaconto erotico barbudo fudendo bucetaaec porno videos bhconto erótico masturbando a vizinha