Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

A CARONA QUE NÃO ESQUEÇO.

É a primeira vez que eu escrevo um conto, essa passagem aconteceu comigo a uns 4 meses.

Eu sou universitário moro no Paraná tenho 19 anos sou alto pele branca cabelo escuro e olhos levemente verdes.

Eu não moro na mesma cidade que meus pais devido a faculdade tive que me mudar, como todos dizem e eu confirmo universitário é quebrado e o dinheiro que meus pais me mandam pra pagar a passagem pra casa deles que fica a uns 200km da cidade onde eu moro eu gasto em festa e coisas do gênero e depois vou pra casa de carona,

Sempre vou 2 vezes por mês para a casa deles e desta vez como uma qualquer peguei minha mochila a placa com o nome da cidade para pedir carona e fui para o trevo,

Eu dificilmente peço carona para caminhoneiro mais como estava começando a ficar tarde eu decidi pedir também pois tinha que ir logo, foi ai que parou uma carreta daquelas bem grande mesmo, eu perguntei pro cara se ele tava indo pro lugar que eu ia mesmo e entrei, agente começou a conversar normalmente as mesmas conversas de todas as carona, onde estuda, o que estuda, onde morava... Essas coisas.

Nisso ele fez um comentário sobre meu curso, (pois faço um curso onde é quase predominante mulheres) ele me disse que tinha feito faculdade já mais quando se formou decidiu não seguir a carreira de enfermagem pois com a carreta ele iria ganhar melhor e tal, mais daí ele começou a mudar o rumo da conversa falando que era complicado pois na sua época de faculdade era muito zoado, pois como sá andava com mulheres o chamavam de gay,(confesso que até tive esse problema mais foi sá no começo) pois tenho namorada e nunca que motivo algum para desconfiar, até porque não sou gay.

Mas daí o cara continuou a falar coisas sobre esses assunto até que me disse que era casado com uma mulher mais era bi, eu fiquei na minha pois a orientação sexual dele pra mim é indiferente, mais foi ai que ele me fez uma pergunta que mexeu comigo,

“você não tem vontade de fazer sexo com um homem?” eu nunca havia feito nada do gênero mais sempre havia fantasiado tanto que muitas vezes quando me masturbava eu introduzia um ou dois dedos no meu anus, mais eu falei pra ele que não que eu era hétero e tal, ele ficou de boa mais continuou falando sobre o assunto, foi ai que um silencio pairou sobre nás e eu em minha cabeça pensando “e agora que, que eu faço, eu sempre tive vontade mais esta é minha chance, mais estava com medo”

Foi ai que tomei coragem mesmo com o coração saindo pela boca de tanto medo, mais continuei foi então que peguei na coxa dele, ele me olhou deu um sorriso de canto e disse “eu vi seus olhos brilharem quando lhe fiz aquela pergunta”

Dae eu comecei a ficar mais tranquilo foi então que ele pegou minha mão e pos sobre o seu pau que estava começando a endurecer fiquei acariciando ele já duro por algum tempo até que ele entrou com a carreta em uma estrada de terra cercada de mata e foi com ela até escondera da rodovia,

Foi ai que ele veio pra cima de mim com todo cuidado pois ele já havia percebido que eu nunca tinha feito aquilo antes, nisso ele veio pra cima de mim e me beijou(o que foi muito estranho pois eu nunca havia sentido a barba de um homem em meu rosto)

Mais continuei pois ali já não havia volta, ele tirou minha roupa e começou a me beijar, até que começou a me chupar, nossa que chupada coisa sem noção mesmo e nisso ele começou a por o dedo no me cú já pra dar uma laciadinha, nossa ele ficou muito tempo fazendo aquilo até que eu gozei e na cara dele ainda, daí ele com a cara cheia de porra começou a me explicar o que eu tinha que fazer pra poder dar o rabo, daí ele me explicou do chuveirinho mais como não tinha chuveiro ali ele pegou uma mangueira e ligou no tonel de água da carreta, daí começamos o processo eu achei muito nojento aquilo ainda mais porque ele tava na minha frente, mais pelo menos eu sai com o rabo limpinho e já um pouco mais laciado, daí eu voltei pra dentro da carreta e ele ficou fazendo aquilo no rabo dele e também lavou o rosto, quando ele voltou pra dentro da cabine ele deitou os banco e abaixou uma cama na cabine fechou todas as cortinas ligou uma musica e pegou uma nécessaire, quando ele abriu eu vi que ele era profissional em pegar garotos na estrada tinha varias camisinhas, lubrificante, um relaxante muscular local, pra passar no cú enfim todo o aparato necessário, foi ai eu ele pediu pra mim chupar o pinto dele, por sorte não era nada muito grande tinha uns 19 ou 16cm menor que o meu que tem 19cm pelo menus, bom fiquei um tempo chupando mais não sabia se estava muito certo não, e ele já havia passado o relaxante muscular no meu cú não tinha tirado os dedos(nessa hora já era dois) dele um sá minuto, foi então que ele pediu pra mim deitar abrir bem as pernas e a bunda e relaxar o Maximo, ele pos a camisinha passou mais lubrificante nela passou no meu cú e foi, foi bem devagar colocando a cabeça eu senti uma dor bem forte quando a cabeça entro e contrai os músculos daí ele tirou colocou o dedo esperou um pouco e pos denovo eu senti a dor novamente mais tentei aguentar um pouco ele colocou um pouco mais que a cabeça e deixou ele parado até meu cú se acostumar, foi ai que ele começou a fazer movimentos de vai e vem e foi colocando cada vez mais, mas sempre sutil até que já tinha passado da metade ai ele começou a ir mais rápido foi então que toda a dor passou e eu comecei a gostar, eu nunca tinha sentido aquilo antes era diferente de tudo, foi ai que ele foi até o final colocou inteiro, ai eu senti um grande desconforto mais logo passou, ai ele começou a meter mesmo eu já não sentia dor então ele mandou ver, fazia entra e sair inteiro com metidas não muito rápido mais todas bem firme, até passou um tempo ele falou que ia gozar perguntou se podia gozar em mim eu no tezão que tava sá disse “goza em mim, lambuza essa putinha cuzuda” nisso ele se empolgou mais ainda e ai que meteu forte mesmo ele urrava a cada entocada e eu gemia, ele tirou puxou a camisinha e começou a bater uma logo já gozou, eu achei que ele ia gozar na minha barriga mais ele veio no meu rosto eu deixei sá fechei a boca, nossa ele gozo muito, nisso ele me viu de pau latejando de duro deu uma toalha pra mim me limpar e ficou de 4 olhou pra mim e disse “e daí vai demora muito?” nisso eu sá peguei uma camisinha ele já foi passando lubrificante e eu já fui colocando fiz como ele fui bem devagar, mais ele já era acostumado não teve problema com dor nisso eu comecei a meter freneticamente pois ainda estava com o tezão de ter sido comido, ele gemia me chamava de pauzudo gostoso gritava me fode, me fode, e rebolava nossa como rebolava, não demorou muito e eu gozei mais gozei muito, enchi as costas dele de porra, ele se limpou com a toalha,

Dae ficamos um tempo sentado agente se vestiu e seguimos viagem,

Mais não demorou muito eu paguei um boquete pra ele, ele dirigindo e eu abaixado treinando como se chupa um pau.

Apás mais algum tempo chegamos ao meu destino me despedi dele com um aperto de mãos desci da carreta e fui embora e ele seguiu viajem.

Fiquei vários dias pensando naquela tarde e foram muitas punhetas com a imagem daquele pau lambusado entrando e saindo do meu rabo.



Mais nunca mais repeti a façanha, não por enquanto né, mais assim que pintar outra oportunidade eu não irei perder e agora com um pouco mais de experiência.



Bom como eu disse esse foi meu primeiro conto, essa historia realmente aconteceu comigo, e espero que vocês gostem.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


leite condensado prima conto eróticohomens velho gay contosera menina meu primo batia punheta pra mim olharbotando a patroa pra gozarFoda bruta contos erotconto erotico comeu a amiga da. minha mãe seios gg contos eroticos a casada me dando bolaconto real minha esposaContos eróticos. . Pedreiro foi até meu quarto contos eroticos espiritocontos eróticos gay esfregacao entre pai e filhofotos de grandes pirozoesConto+crente punheteiraporno conto erotico gay comi de calcinha e fiz minha putacontos d zoof pegei minha sobrinha c um cachorroconto porno gay putinha de váriosmiudinha de calcinha xvidio.comver contos de lesbicaschupei um pau e gosteigrelluda pirocana qaredecasadeconto heterocontos eróticos entiado presomeu irmão me iguinora conto eroticotrepando com nosso cachorrinhocontosContoseroticostaxiconto erotico. virei mulherzinhha do meu primotem homem on line dar telefne pra foda com mulher casada chupa seu pau deixa chup bucetacontoseroticos gay mulekes pau pequeno mamando na vara feita bezerrinhacontos porno meus amigos colocaram dois pau no meu cuzinhovideos de cabacinhos juvinis fudendorelatos eroticos reais meu amigo mora comigo e minha esposaContos eroticos daniela a bundudaContoseroticos estuprando Vitóriameu corno e muito otario contos eroticosmeu ex tem ficou duro eroticos contoscontos minha cunhada viu eu mijanocontos comendo a bucetinha da titiaconto menina gostou do leitinhocontos eroticos chupei o pintinho do meu filho qe tava durocontoerotiicodando no ônibus contospecado carnal iria comercar conto eroticocontos eróticos meu marido eu e meu alazãocontos brincando de casinhagozando dentro do tamanco contospela primeira vez trai meu maridocontos trai meu marido com um cara do pau grandeconto meu marido so ficou féliz quando fudeu meu cu virgem com muita ráivaPorno.veterinariha.taradaMinha esposa fiw sem calcinha em casa e meu primo viucasa dos contos erotica me doparamfiz garganta profunda no amigo do meu maridocontos eroticos incesto orgamos adolecesnteDelirando na pica do irmão contoscontos eroticos mulheres de 60 anos gostosas fudendo no estupro e gostandoContos eróticos atolei no cuzinho da mamae no onibus lotadochupetinha enquanto durmocontos porno novinha ingenua achando que ia brincarcontos casadas enrabadas com chantagemcomo cariciar meu priquito sozinhaMeu vizinho me pegou peladinga quando eu tinha doze anos contos eroticozcontos eróticos minha fantasia e vê minha mulher com um dotadoconsolo do pai conto erótico incestocontos eroticos virei puta de travecocontos eroticos virgndade molequecontos de pegando um cuzinho laceadopadrinho cuida muito de mim-pornodoidocontos eroticos propostaconto erótico novinho comento casado passivocontos eroticos dando a xota para o meu primo e o amigo dele na casa delecontos de strayxContos eroticos estupradaconto eróticos minha patroa mim paga so pra chupar a xana delacontos erotoco sogracontos eróticos mendigosai que lambida contostive que comer ela /contocontos sexo esposa e maecontos eroticos fodir ater perde a vondeconto pau fora sunga biwuiconto novinha gravida do tiodando o cu no cine arouchese eu deixar no seu sobrinho como é lá dentro da piscina e gozar na sua caraconto gay fui abusado no alfanato pelo os fucionariocontos eroticos caminhoneiro me comeu de ladinhocomo fazer pra minha namorada veste shortinho curtocontos eroticos sou novinha adoro mama umm caminhoneiro contos de ninfetas com bombeirosconto erotico nenhum pelinho