Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

A PRIMEIRA VEZ (PARTE UM)

A primeira vez (parte um)



Tinha 19 anos. Era alta e magra. O corpo de mulher se começava a desenhar. As maminhas tinham uma forma arrebitada, a bundinha crescia e os primeiros pelos começavam a querer aparecer junto à xotinha. Tinha cabelos loiros compridos que quase chegavam à cintura. Vivia com meus pais que trabalhavam o dia todo. Saiamos os 3 de casa de manha e eles sá voltavam ao fim da tarde. As minhas aulas eram apenas da parte da manha e passava a tarde em casa, primeiro a fazer os trabalhos da escola e depois a brincar com as minhas bonecas, a ler ou a ver TV.

Tínhamos um empregado doméstico que tratava da limpeza da casa e da roupa. Era negro com 30 anos e era alto e bem constituído. Muito educado e gentil para com todos. Era filho de uma antiga empregada da minha avá e por isso agradecido pelo emprego e pelas ajudas que recebia da família pois eram os meus pais que custeavam os seus estudos noturnos.

Nesse dia houve um corte de energia na escola e voltei para casa mais cedo. Quando entrei ele fazia a limpeza e estava descalço como gostava muito mas apenas de calções de desporto com elástico e tronco nu.

Quando me viu pediu desculpas e disse que ia já por a camisa. Disse-lhe que não era preciso pois estava muito calor. Ele concordou e continuou os seus trabalhos. Foi então que reparei bem para ele. Tinha de facto um tronco muito forte e bem feito. Os braços e as pernas eram bem perfeitas e musculosas. O calção preto mas curto fazia perceber que escondia um objecto tentador. Senti um arrepio.

Como fazia sempre que vinha da escola tomei meu duche e vesti apenas uma camisa que dava pelo meio das pernas. Ainda não usava soutien mas não pus calcinhas. Comecei a pentear o meu longo cabelo e disse: Alberto não me quer escovar o cabelo? Respondeu que sim e disse-me para me sentar no seu colo. Sentou-se numa cadeira e de costas para ele sentei-me nas suas pernas com as minhas abertas já que as dele estavam juntas.

Com muita delicadeza passou-me um braço pela cintura para me segurar e com a escova na mão direita foi-me penteando.

Senti então um volume na minha bundinha. Debrucei-me para frente com as minhas mãos nos joelhos dele e fiz um pouco de pressão para trás. Senti assim melhor aquela ferramenta que se comprimia dentro do calção. Tremi ligeiramente e senti tesão. A minha xotinha arrebitou-se e tive vontade de a coçar mas não o fiz.

Ele acabou de me pentear e disse que já estava.

Deixa eu ficar um pouco mais no teu colo, pedi eu com meiguice.

Respondeu que não. Que ele tinha que fazer e que eu devia ir estudar, mas que se me portasse bem à tarde me penteava outra vez os cabelos.

Sai do colo dele e depois de comer uma fatia de bolo fui para o quarto estudar. Não conseguia. Continuava a sentir no meu rabinho aquele objecto que me tinha deixado muito tremula.

Quase ao fim da tarde entrou no meu quarto e perguntou-me se queria que me penteasse. Vinha descalço e de tronco nu mas agora trazia um calção branco, quase transparente e mais apertado. A silhueta do seu pinto era agora mais visível.

Disse-lhe que sim e ele sentou-se na borda da cama. Sentei-me no colo dele mas voltada para ele e abracei-o. Ele me abraçou e me disse que assim não podia tratar do meu cabelo.

Mas eu estava feliz. Sentia aquela ferramenta colada à minha xotinha. Abracei-o com força e senti o membro crescer. Depois levantei-me e ele saiu do quarto.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


conto erotico praia esposa garotoscontos de sexo mulher gosta de pintos sujoscontos d zoof pegei minha sobrinha c um cachorrocontos esposa quase nuacontos eroticos minha cona e cu gosta de piça ggcontos eróticos quando casei pedir por um descascador designar minha esposaeu quero história comendo a minha vizinha e ela nem dá bolaestou comendo a mulher do amigo caminhoneiro na viajem contoscontos meu vizinho um dia viu eu sem cuecacontos eróticos de quando dei o cu pela primeira vez cheguei peidar de dorvideornpossconto erótico dotado viu a esposa gostosa do melhor amigo nua pelo fechadura da portaconto erotico com irma casada na fazendaduas loirinhas e ruprimo e prima transando dentro da piscina e fica grudado na b*****conto erotico Dei pros meuus dois irmaocontos eróticos de gay e titio e amigoContos erotico menino pau de 25cm contos porra no copowww.tia toma banho d fidental espretaconto comi o cu da minhamaeconto gay zoofilia com galinhacontos o patrão do meu marido faz sadomasoquismo comigocontos eriticos de pai e amigos fodendo a força seu filho gayconto meu amor meu sobrinhocontos eroticos o presente de corno de meu paicontos eroticos pegei meu vizinho cheirando minha calcinhacontos filme com cunhada mostrando a buceta de sainhagozando dentro do tamanco contoscontos eroticos que saudade da lingua dela na minha bcontos recentes incestuosas encoxada segredos flagradoscomtos bdsmDei gostoso pro meu avô em quadrinhosconto erotico jurava que nunca daria o cuvoyeur de esposa conto erotico"voce e muito corno"eucelo ve uvido ponobucetao gggnegracontos de rasgando o cu da babacontos eroticos padrasto pausudo com menininhasconto enrabando a sogra mandonacontoseroticos fissurado no cu da esposaputa da ocu pra treis pau acha pouco emfia a maoconto jogava video game dando o cuSexo anal "nunca mais fui a mesma"Contos eróticos pagaram pra me arronbarem a buceta e cuEu quero uma menção tá subindo no Pau por favor calma tá chupando paucontos insesto mae de ferias com filhoContos eroticos de pau na buceta e gozada dentroContos eróticos de incesto filinha mimada do papaicontos amor gayfui trepada pelo jegue di meu sogro. conto eróticobêbado puta conto gayConto incesto sogra no volanteconto gay dando ao estranhocadela tarada contoMULHER COMENDO O HOMEN COM MAO TODAomcontos eroticos sadomasoquismo com putascontos eroticos dopando a cunhadacontos erotcos de estrupo de virgemcontos eróticos bebadaconto erotico perdendo a inocênciacontos travesti e mulher casada juntas dando o cu pra homem e o cãochupando o professor de portugues enquanto ele dava aula contomarido amarra esposa e estupra conto eróticocontos sexo minhas duas tias me espiando meu pausaoo corinho do pinto dele nem descia ainda contos eroticosconto eurotico cadada e o catador de latinhaEu meu pai e meu irmão contos eróticos gay Tive q dar contos eroticosconto erotico gay fui no baile funk e dei o cu pro travestimulher enrabada no banheiro femiininoliberei marido sair outrasvideos chupando a xoxota uma da outra o clitores bem lisinho