Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

LUGAR INUSITADO

Lugar inusitado ........



Olá, leitores de plantão, acabo de chegar em casa, e não resisti, sentei no computador e comecei a escrever o que acaba de me acontecer.......



Há umas duas semanas estava eu lendo alguns contos aqui no site e resolvi dar uma espiadinha no chat, para meu desgosto, sá tinha on line cinco pessoas contando comigo....



Todos tinham nomes de homem, menos uma (não vou colocar o Nick dela porque ela não vai gostar), que chamei para uma conversa privada. De inicio achei até que era algum “viado” mas fui dando corda, até que trocamos MSN, e eu pude ver pela foto que era uma morena clara muito bonita de rosto.



Os dias foram passando e nossas conversas pelo MSN cada dia esquentava mais, e descobri que morávamos em cidades práximas, e com uma semana e meia de conversas, nos tornamos amigos virtuais, e foi crescendo a vontade de ambos de nos conhecer pessoalmente, foi ai que eu sugeri de nos encontrar para tomarmos um sorvete no centro da cidade que ela mora no interior de São Paulo, sugeri um lugar público, para ela poder ficar mais a vontade e eu também, afinal nunca dei sorte com encontros virtuais. MOLLY a princípio relutou mais aceitou, e marcamos nosso primeiro encontro para domingo as 15h, na dita sorveteria.



Passei o sábado mais longo da minha vida, chegava segunda-feira, mas não chegava o domingo.



Finalmente chegou o domingo, e me dirigi para a cidade dela, que fica a uns 40min. De carro da minha. Confesso que eu estava nervoso, porem decidi por não comprar camisinhas, pois achava que seria apenas um encontro formal, apesar de ter a conhecido no chat do “contos eráticos”.



Quando cheguei no local marcado, há vi parada na frente da sorveteria, que visão maravilhosa, ela usava uma batinha tomara que caia vermelha e branca e uma mini-saia jeans, que mais parecia um sinto. Me aproximei, e pude perceber que ela era muito mais linda que eu imaginava e tinha visto pelas fotos, afinal ela tem 1,68m, seios do tamanho ideal, com os mamilos apontando o céu, pode perceber que ela não estava usando sutiã, e isso me excitou, uma par de coxas grossas, que até me deixou de boca seca.



Me apresentei, e demos um abraço bem apertado e demorado que pude sentir aqueles seios durinhos contra o meu, e Esso me excitava ainda mais, e me arrependi de não ter comprado as camisinhas, pois naquele momento eu estava desejando muito ela.



Tomamos um sorvete e a convidei para dar uma volta pela cidade, ela aceitou, mas disse que essa volta seria a pé, pois ainda não estava tão confiante de entrar no carro comigo sozinha. Nisso saímos passeando pela cidade.



Neste passeio, passamos em frente de um muro grande com uns vitrais no meio que achei muito bonito, e perguntei o que era ali, uma igreja? E ela me disse, não, é o cemitério da cidade, e perguntou se eu queria conhecer, pois havia ali um lugar que ela achava muito lindo. Achei meio estranho, mas entramos. Não tinha muita gente, e realmente,para um cemitério, aquele era muito bonito.



Paramos debaixo de umas arvores e continuamos nossos papos, onde eu lhe confidenciei que estava com muita vontade de beija - lá, pude perceber que os bicos dos seios dela se enrijeceram, então me aproximei e comecei a beijar aquela boquinha deliciosa.



Enquanto beijava, nossas mãos conheciam nossos corpos, e nossas bocas conheciam nossos pescoços, orelhas e nucas....



Parei de beija-la um pouco, a olhei nos olhos e passei a mão em seus seios por cima de sua blusa, até colocar meu dedo indicador por dentro da blusa entre sem seios.



Voltei a beija-lá e aos poucos fui abaixando sua batinha, até que um dos seios pulou para fora, e era maravilhoso, perfeito, cheiroso, uma obra de Deus. Que comecei a chupa-los. Enquanto isso, MOLLY passou a esfregar suas mão sobre meu pau, que a essa altura estava mais duro que uma barra de aço. Num movimento de mestra, com uma das mãos ela abriu minha calça, abaixou o zíper, e pegou gostoso no meu pau, começando uma punheta deliciosa.



Quando pensei e pedir para ela me chupar, MOLLY pareceu que leu meus pensamentos, e se abaixou e começou a chupar, primeiro com beijinhos, depois lambidinhas, até engolir meus 19 cm inteirinho.



Nisso, comecei a acariciar sua bunda, e ao levantar um pouco sua sai pude perceber que a safada esta sem calcinha, isso me deixou doido, e ela também já estava doida de tesão, pois sua bucetinha estava completamente ensopada.



Ela não parava de sugar meu pau passando suas unhas pelas minhas coxas bem de leve, o que me levava a loucura...

Como estva prestes a gozar, e não queria fazer isso naquele momento, pedi para ela parar e se apoiar na arvore, pois era minha vez de chupa-la, e ia fazer isso com ela de quatro.



Quando me abaixei, pude perceber que a safada esta toda depiladinha, e completamente molhadinha, não me fiz de ressabiado, e meti minha língua naquela xaninha deliciosa....



Ela gemia de prazer, e os gemidos eram mais altos quando minha língua passava na porta do seu cuzinho, ela até se abria mais, com se pedia, “enfia essa língua ai logo”....



Isso me excitava ainda mais e passei a chupar seu cuzinho e colocar dois dedinhos na sua bucetinha....



Ela não aguentava mais e implorava para eu penetra-la e foi o que eu fiz, coloquei a cabeça do meu pau na portinha da sua bucetinha depilada fui introduzindo, centímetro por centímetro, naquela bucetinha apertadinha e quente...E ela gemendo, pedia para colocar tudo.....e foi o que fiz dando uma estocada que meus 19cm, sumiran dentro dela....ela delirou....



Comecei com movimentos lentos, e beijinhos em sua nuca e orelha, e ela pedindo mais, e eu aumentava e diminuía o ritmo, o que deixava ela loca....foi quando ela começou a falar que ia gozar, a não tive dúvidas, peguei ela pelos cabelos dei um puxão com força e comecei a colocar com toda a força e num ritmo alucinante, ela a esse ponto gemia feito uma doida, sua bucetinha estava encharcada, e em uma das estocadas ela fala, “me bate meu macho”, e eu obedeci de imediato, dando uns tapinhas em sua bunda, nesse ponto lembro do seu cuzinho e enquanto coloco meu pau entra e sai de sua bucetinha, coloco um dedinho no seu cuzinho, e ela delira de prazer.....



Nesse pondo ela declara que estava gozando e seu corpo todo estremece, e sinto seu gozo escorrer pelo meu pau o deixando todo melado....e ela desfalece por alguns segundos nos meus braços....



A coloco sentada e já com o meu pau na sua boca, e ela começa a mamar como um bezerro desmamado.....isso me deixa louco e a ponto de gozar.....ela percebendo aumenta a velocidade e a sucção, quando anuncio que vou gozar, ela coloca meus 19 cm, inteiros na boca e suga tudinho, sem deixar escapar nada.......



Eu delirei, que gozada maravilhosa.........meu pau saiu mais limpo do que entrou.....



a pego pelos braço e lhe dou um beijo bem demorado, e surgiro irmos para algum hotel ou motel para tomarmos um banho e continuarmos o que começamos, ela acena com a cabeça positivamente e lá vamos nás.......



depois conto como foi comer o cuzinho dela no motel.....

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


xvidio preza na ilhacontos eroticos incesto comendo duasContos eroticos de solteiras rabudasconto erótico assediaram minha mulher na ruaVidios porno fiquei con o meu cuzinho aronbadocontos eroticos gays atiçei meu tioPau na buceta da cunhadaContos eroticos daniela a bundudacontos eroticosproibidoOuvir uma ligaçao que te faz gozar batendo uma punhetacavalogozou forte na boceta da safadaContos eroticos JaponesinhaContos eroticos de podolatria com fotos chupando pes de primas gostosasXVideos um gay viu uma mulher rabuda e ficou tensoconto. morena greluda na praia de nudismocontos eroticos namoradacontos erótico menininho na faxina contos eroticos de corno depois que voltaramtia primo contos eroencoxando minha filha na viagemchefe comeu minha filha contoscontos eroticos adoro ser enrrabadaconto chupou peito esposacontos estava louco pra dar o cu acabei dandoContos erotico com a colega da classecontos eróticos eu minha esposa safada no ônibusvideo de jovens travesti praticando incesto com padrastocontos eroticos entre mulheres e amimais Conto eroticos de mae com filhoconto erotico arrombei o travesti do baile funkconto - so cabia um dedinho na bucetinha delaconto erotico de garoto pelados com primo com pau duro bebadoconti gay minha tia me fagrou de calcinhacontos/ morena com rabo fogosocontos eroticos meu sobrinho pauzudoconvenci ela a me chupar contoconto enfrentando um pau grossoa minha esposa foi a praia de fio dental e o punheteiro vez a festa. contos eróticosminha tia travesti contoscontos eroticos fudendo minha bisavocontos eróticos gay depilação entre machoscontos eroticos minha esposa meu filho e meu sogro no quartocontos eroticos deichei meu sogro gosar dentroirmas cadelinhas contos eróticosContos eroticos padres foderao minha cunhada casadaDeu o cu sem querer querendo contoconto erotico lésbicas roçando.a buceta na caracontos eroticos meu sobrinhocontos mae pernas grossascontos eróticos contei que fiz dp com negrosnamorado domado contos eróticoscontos gays de irmao quebrando o cabaco do irmãozinhocontos eroticos da iniciacao gaycontos eroticos espertinhadei a b***** para o meu genroxvidio arronbadacontos eróticos meu comeu esposa dele e a minhacontos eróticos abrindo a buceta e cu pro espelhoencoxada em coroa em Jundiai conto realcontos eroticos corno e amigo mesmcontos eróticos de bebados e drogados gayscontos eróticos de quando o emprego falou pra patroa que sentia um pela sua bundinhaconto gay meu melhor amigo de 37 anosBoquete cheiro contosincesto meikilapai e filha afuder n mesa d jatarVer imagens e ler contos erocticos de mulheres nuas e bem meladas com porra.aluna sendo cumunda aforcaconto erótico a manicure lesbicatransei com a mukher do meu pai contocontos com filha da esposacontos eroticos troca de casal no matocontos eroticos de novinhas q fes anal parra nao perde o namoradocontos cachorro lambendo penis de homemminha professora nao usa calcinhas contos eroticos