Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

QUE PESCA, QUE NADA .

No ano de 1994, um amigo do trabalho (Nelson), me pediu ajuda, pois seu pai (Nestor),um homem baixo 1,65m de altura,calvo e com uma barriguinha, com poucos pelos pelo corpo, um homem na época com 62 anos, havia ficado viuvo a mais de 19 anos,e ficava muito em casa, sá saia quando ia pescar ou coisa parecida, mas fazia tempo que não saia, meu amigo me perguntou se eu não poderia esquematizar uma pescaria, pois eu estava de férias e poderia convidar seu pai, para tira-lo de casa.

Foi escolhido um lugar em Nazaré Paulista, e ficou combinado que eu e o Sr Nestor iriamos na sexta feira a tarde, e Nelson e mais dois amigos da empresa iriam sabado a tarde, depois do trabalho.

Tudo preparado carro, barraca, apetrechos de pescaria e material de camping, fomos para o local escolhido, no caminho percebemos que o tempo estava um pouco nublado, e chegando no local corremos pra montar a barraca e recolher madeira pra fogueira, para poder passar a noite no local. Ja era final de tarde da sexta feira,a barraca estava montada e eu eo sr Nestor saimos pra buscar madeira um pouco distante da barraca quando fomos surpreendidos por uma forte chuva e voltamos correndo para o acampamento, mas ja estavamos ensopados dentro da barraca e foi nescessario tirar a roupa que se encontra-va muito molhada, mas a nossa surpresa foi que a mochila onde se encotrava as minhas roupas estava no carro a mais de mil metros do local onde estavamos, sendo que seu Nestor havia trazido somente a roupa que estava no corpo e um cobertor grande.

A noite começou a fazer frio e seu Nestor trouxe uma garrafa pequena de cachaça, para ajudar a espantar o frio , começamos a beber, ja um pouco mais a vontade decidimos que ja que a chuva não ia passar iriamos deitar pra dormir, um pra cada lado.

Peguei rapido no sono, mas durante a noite percebi que seu Nestor começou a me abraçar pelas pernas, mas o seu pinto ficava na altura da minha bunda, mesmo de baixo pra cima a altura ficava no jeito, aquilo começou a me incomodar pois percebi que ele havia tido uma ereção e eu não sabia se era proposital ou ele estava dormindo, decidi deixar pra ver até onde ele ia.

Seu nestor desceu um pouco o corpo e começou a beijar a minha bunda e aquilo começou a me dar prazer (eu nunca havia sido passivo),e ele com muito cuidado me virou de barriga pra baixo e começou bem devagar a passar a lingua pelo meu rego indo em direçao ao meu cu, aquilo tava me deixando louco de tesão, foi quando ele me deu dois toques pra virar de frente e começou a me chupar o pinto, ele chupava com muito cuidado e com um jeito de enlouquecer, ora chupava a cabeça ora chupava o saco e

descia ate o cú, aquilo era uma loucura, tava quase gozando quando ele de deu toques pra ficar de quatro, e na posição de quatro com a bunda bem aberta, ele brincava no meu cuzinho ora passando a lingua, ora enfiando a pontinha da lingua, ele ficou algum tempo assim, foi quando eu percebi que le se ajeitou atraz de mim e com seu penis muito duro, começou a esfregar a cabeça do penis no meu cuzinho que nessa altura do campeonato piscava muito desejando ser invadido.

ele passou bastante cuspe na cabeça do pinto e no meu cuzinhoe foi colocando a cabeça bem devagar, com muito cuidado, ele colocou a cabeça e depois que percebeu que a cabeça ja havia se alojado, me pegou pela cintura e foi devagar empurrando, o pinto não era grande e nem grosso e por isso não doia, era uma coisa meio estranha e prazerosa ao mesmo tempo dava tesão e vontade de ir ao banheiro , eu permaneci naquela posição por alguns mimutos e seu Nestor colocava e tirava bem devagar, ele me deu um toque pra deitar e se deitou por cima e continuava a colocar e tirar o pau e beijava minhas costas e nuca me dando um prazer indiscretivel, ficamos assim por algum tempo e ele pediu pra virar d frente, colocou o pau no cu que ja havia se acostumado com o intruso e começou a bombar mais rapido e beijava meu peito, passava alingua nos mamilos me levando a loucura, bombou cada vez mais rapido atolando até o saco, foi neste momento que senti seu penis começar a tremer e espirrar dentro do meu cú, ele saiu de cima de mim e pegou meu pau e me fez a melhor chupeta, eu gozei muito.

Pguei no sono e acordei no outro dia com seu Nestor beijando de novo minha bunda e repetimos tudo de novo.

Ligamos pra o Nelsom avisando que não daria pra continuar com a pescaria pois o tempo não ajudaria

e eu passei a visitar seu Nestor pelo menos duas vezes por semana.

hoje eu procuro outro seu Nestor pra fazer visitas e ir pescar



[email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Contos negro fode maridoContos eróticos de incesto filhinha caçulinha dando em cima do paiconto erotico amigo babaca e cornoevy kethyn istinto ativocontos eu dancando funk para o titioDei meu cu gay pro seguraca do meu paicontos erotico comi uma cachorra virgemcomigo véi da irmã da minha mulher contos eróticosconto erotico gay rola grossa contos de casadas quer menagecontos eroticos minha esposa da bunda gostosa dando pro mendigo do pau enorme eu vendo tudowww.sexo com cunhadss.com.brcontos eroticos o dia que o pasteleiro mim comeugozou nela e espirrou porra em mimcontos eroticos de spankingcontos pai e mãe nudista fala com os filhos como e bom chupa uma rolacachorro do pau grande comendo a mae conto eroticocontos travesti sussurrou no meu ouvido vou colocar só pouquinhocdzinha feminizadavirei o viadinho na bahia pros negao roludo contosbgaysfui comida por meu marido e o massagista contocontos eroticos o garoto perdidoconto gozada dormindomamae nao aguentou no rabo dei para salvar o casamento contisSou casada mas bebi porro de outra cara contosconto gay gozei na janelaninfeta cintura fina bunduda belo par de seiosVideos porno com crentizinhacontos eróticos mamãe meninoscontos eróticos vai amor vai amortravestis mamando de mulher com peitão gostoso cheio de leite e g****** gostoso nelas pela interneto pipiu do papai contosEU TIRANDO FOTO MINHA BUNDA DI CALCINHA FETICHE OLHONDO ESELHO MINH BUNDAcontos eroticos me masturbo usando calcinhacontos eróticos o cachorro me lambeuele era um lindo anjocontos eróticos esposa na garupa de um cavalogarganta profunda contos eroticosvidios porno meu amigo bi enfiou no cu do meu maridocontos meu filho me pediu para engolir sua poraPorno conto ponheta da casada buzcontos ela gozou no meu dedo no metrôconto erotico da desvirginadaconto erótico estrupo lésbica meu filho me comeuconto erotico fudendo com meu filhoSou casada fodida contover contos eroticos de empresários comendo o cu de.funcionárioshttps://googleweblight.com/i?u=https://tennis-zelenograd.ru/mobile/conto_14575_primeira-troca-2-parte.html&grqid=IPyLPHEA&s=1&hl=pt-BR&geid=1043subrinho transa com a tia peitudacontos eroticos gangbangcontos eroticos de incesto inversão com mãe e filhinhoTennis zelenograd contoContos punheta na massagem no penis do meninofui chupadoVideos porno com crentizinhaconto comeu meu cu gostosome vinguei do meu irmao e me arrependi contos eroticosbisexual contosabusada com vibrador contosconto erotich qmigo de infancia gaya japa do setio deu cu contos eroticos 2018loirinha gostosa fodendo direcionamento com buceta bem carnuda aos gritoscontos eróticos no dia chuvoso pedreiro taradaoeróticos ah ah aaaah chupa a minha bucetinha vai ah deliciacontos eróticos gay sogrocontos eróticos de mulheres f****** com pedreirosminha tia tava dormindo gozei nela contosconto meu vizinho paneleiromamei no peito até ficar vermelhoe produzir leite contoscontos eroticos adoro o leite delesfudida na infância . contoContos tia de saia curtacontos eroticos gay na boleia de caminhãocontos eroticos colega gostosa do trabalhorelato erotico cheirei a calcinha da sograminhas duas primas me chupando o palhttps://cheapjerseysfree904.top/celebritysexstories/conto_4904_1-transa-com-amigo-casado-da-faculdade.htmlcontos de afilhada da vizinhaconto erótico comendo amiguinha do meu filhocontos eróticos esposas traduzidas na minha frentecasa dos contos eroticos joguinhos mae contos eroticos sou casado e me viram dando o rabo