Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

EU E MINHA PRIMA JOANA - II

Abraçado nas costas dela, dormimos e fomos acordados pelo som do telefone. Ela foi atender e na volta, parou da porta do quarto, com um sorriso lindo, perguntou-me o que pensava.”-Aquela criancinha transformou-se numa baita loira de olhos esverdeados medindo 168m, pesando entre 49 a 54 kg. Engraçado que reparava ela sempre preocupada com a balança, coisa de mulher, mas nunca tinha observado-a com mulher, simplesmente como prima.”

Abraçou-me, beijou e acariciando-me falou “Com sinceridade, eu te olhava, não somente como primo, mas também como homem,pois ficava curiosa e até com pouco de ciúmes a maneira gentil que você trata as mulheres e minhas amigas”.

“Mas isto faz parte da educação familiar”. Rebati, acrescentando;”que eu sabia, estamos quebrando um tabu na família” e beijando-a, acariciei e abracei. Ela ainda com jeitinho de safada “dizem que para tudo na vida, tem-se a primeira vez”. Minha mão direita percorria seu corpo, acarinhando rosto, seios, barriga, coxas e tocando-lhe a xaninha, enquanto ela também retribuía os carinhos e segurando meu pau que já voltava a ficar duro “nossa, o gostoso dá dando sinal de vida, querendo mais”.

“Como não querer mais com você nuazinha, sedenta” E fiquei tocando sua vulva, volta e meia colocando a pontinha no dedo indicador na bucetinha já molhada dela.Enquanto alisava ela falou do papo do telefone “a Camila convidou para irmos ao buteco do Bira, pois o namorado dela, vai tocar lá. Marquei de pegá-la por volta das 22:30h. Até lá, vamos nos amar. Quero ser todinha comida várias vezes, pelo teu gostoso pau”

“Huum que delicia de putinha que você está sendo, também quero te comer muitas vezes mais” e fui beijando, lambendo e mordendo todas as partes do corpo que aparecia na minha frente, até chegar a bucetinha, já molhada e ainda com cheiro de porra, de leite nas entranhas e fiquei deliciando naquela xaninha aparadinha por vários minutos, quando ouvi ela pedir implorando “me fode, me come, gostoso, enfia este pau, quero sentir todinho”. Virando-a de ladinho, acariciando suas costas, beijando e mordendo seu pescoço e ombros, coloquei a cabeça do pau entre suas coxas e começei a roçar a portinha da buceta, por trás e de ladinho. Ela gemendo e alisando, por entre suas coxas, meu pau e a bucetinha dela. Levei minha mão direita em cima da sua mão e cochichei no seu oovido:”me ajudar a te comer assim de ladinho, por trás, gostosinha” e nossas mãos, direcionaram a cabeça do pau para entrada da bucetinha e fui vagarosamente enfiando, ouvindo ela gemer, suspirar, palavras “huuum que delicia, que gostoso, me come, me fode, quero todo este cacete na minha bucetinha”. Enfiei todo, atolei naquela xaninha recém conhecida, mas já toda gravada na cabeça do meu pau. Abraçava-a, acariciava seus seios, sua barriga. Beijava, lambia seu pescoço, seus ombros. Ela se remexia de tesão, rebolava, esfregava mais, forçando sua bundinha para trás “Mete mais, gostoso, tira e soca, quero tudo, quero mais”. Minha mão direita junto com a mão dela, revezava os toques na portinha da buceta, no grelinho dela “delicia minha putinha, minha prima gulosa. Joana cadela, puta, delicia”. Quando ela aumentou o ritmo e a respiração, joguei para trás e deitado de costa, puxando-a pelos cabelos disse “Vem cavalgar o teu macho, vem sentar no pau que te fode toda.” Ela jogando a perna esquerda para outro lado do meu corpo, sentada com as pernas dobradas, segurou meu pau com a mão esquerda e com a direita, levemente tocou na cabeça dele e subindo sua bucetinha, foi colocando a cabeça do pau na entradinha e com uma carinha onde misturava ternura e safadeza “não falei que tudo tem a primeira vez, nunca cavalguei,até agora nas poucas relações, apenas papai e mamãe e uma vez em pé.

“-Taradinha, vamos fazer muitas vezes e variar sempre, agora cavalga sua puta meu pau, engole todo com tua xaninha medonha e inexperiente este pau que te foderá muitas mais vezes, mete esta buceta, envolvendo, agasalhando meu pau”.Descendo devagar e gemendo foi envolvendo, cravando todo dentro na buceta “Nossa,sinto-o como se tivesse batendo no meu útero, ta lá dentro, bem fundo, delicia”. “Rebola safada, mexe tuas ancas, sua vaca!”. Mexendo meio descompassada,um pouco sem ritmo, sugeri “Mexe, pra frente e pra trás, lentamente e depois deixa fluir o ritmo pelo teu tesão, desejo”. Ora segurando e forçando sua cintura pra baixo, ora, alisando seu corpo e agarrando seus seios, apertando as pontinhas duras deles e também dando leve tapas no rosto e na bunda, além de puxar seus cabelos quando a forçava entrar mais. Ela gemendo e suspirando mais seguidamente, aumentando o ritmo das mexidas pra frente e pra trás, com rosto vermelho, cheio de tesão, puxei-a pelo pescoço, dobrando-a sobre meu corpo, beijando com gana “vem, putinha deliciosa, continua a mexer pra frente e pra trás e força pra baixo”. Dando palmadas mais fortes e apertando sua bunda, ela rodopiava sua cabeça pedindo “me aperta mais, me bate mais safado, meu macho, aperta, bate, vou gozar, gozaarrrr!” E deixou seu corpo úmido cair sobre o meu e abraçou dando um baita suspiro. Tirei ela de cima de mim “ainda não acabei safada Joana e com as pernas dobradas ao lado do corpo dela, levantei a cabeça dela com a mão esquerda e com a mão direita me punhetava “Vou gozar abre tua boca e toma meu leite, sua vaca, cadela, encosta tua boca na cabeça do pau. Não quero uma gotinha fora, sua puta vadia, gostosa”. “-Me dá leitinho, quero tua porra, vou engoli tudo, nada escapa da minha primeira vez, goza puto, goza na boca na tua priminha vadia, tua puta, tua fêmea” Ela, ora alisando, ora apertando levemente meu saco, de boca aberta e xingando-me, recebeu os primeiros jatos da minha porra, uns saltaram no rosto, mas a maior quantidade foi parar dentro da boca dela, engolindo tomando tudo. Apoiei-me na mão esquerda, enquanto ela segurando meu pau, lambia a cabeça como se quisesse sugar mais porra e colocava todo o pau dentro da boca dela, chupando, lambendo e com carinha de puta, de mulher fêmea satisfeita “que gostinho bom mesmo parecendo água sanitária”. Esticando seus braços, puxou-me pelo pescoço e beijou-me com sofreguidão. Esticando-me sobre seu corpo quente, beijando-a e acariciando seu rosto “gostosa, fêmea, mulher deliciosa”

“Você que está me fazendo sentir-me assim, delicioso. Fica quietinho sobre meu corpo, me abraça” E puxando a colcha, nos encobrimos, silenciosamente, abraçadinhos, corpos colados e febris.”

LASCA

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


eróticos ah ah aaaah chupa a minha bucetinha vai ah deliciacontos eroticos a bunda do meu irmão caçula é uma tentaçãocontos eroticos comi a biscatinhaconto.eurotico.homem.ttazando.com.travetisnovinho sofrendo na rola do pai bebado contos gayencarei 30cm contosconto emrabada casada nao pelo marido sim p amantecontos lambendo minha filha toda e ela gemendo altocontos eroticos familia rentcontos entre mãe e filho picudo no banheiromeu amigo negao forçou e fudeu minha loira contosContos gay beijos com a boca cheia de esporracontos eroticos com enteadacontos eróticos minha filha bebeu meu leitevideo porno gay de homem que botou camisinha para comer seu parceiro apos gozar ele tira a camisinha e da para o amigo chupar seu pauconto transando com mulher deficienteconto enfiado tudo no rabinhocontos eróticos eu provocava meu primo novinhoComtos namorada fodida para pagar dividas do namoradocontos eroticos de coroas dos seios caidossendo assediada na sala de aula contos eroticosestorias eroticas taquei uma pro cunhadoxvideos minha matrasdo nu meu quato sexocontos erotikos comendo o cu da minha madrinhacontos eroticosnovinhas inocentes icestoscasa dos contos eróticos joguinhos mamãe 6contos perdeu a virgindadechupei os pezinhos da minha irman contos eroticosxxx conto Incesto+Minha mae saiu comigoconto erotico esposa come marido com cenouraxoxo-tas carnudas pedindo pica no rabo gordocomi minha cunhadinha contos eroticoscontos sou fudedeiravoyeur de esposa conto eroticohetero batendo punheta conto gayboquete na pista de skate conto eroticoDei o cuzinho quando já era coroa contos eróticoscontos brincando de casinhaconto meu cunhado cacetudo me arrombou toda fiquei toda suadacunhada dormindo conto eroticocontos eroticos de mulheres casadas que ja levou mijada na caracaralhudo contonovinha nao consegue desengatar do caocontos eroticos pagando divida do filhoContos eroticos perdendo a virgindadeencoxei minha tia peituda (contos).pirocão cabeçudo vermelho contosContos eróticos jogo de seduçãoprovocando meu tio com um short com as popa da bunda de foracontos esposa bi sexual marido sortudoconto eróticos dei pra meu pai depois de casadaconto erotico priminhacontos eroticos orgia com negrinha crentecontos eróticos de gay Fui Comido pelo meu colega de trabalhoContos eroticos dinheirosobiu no cu delaxxvidio pai fudend afilh afrentcontos eroticos transex operadaeu confesso caso de incestocontos eroticod minha vo sento e me deucontos eróticos abrindo a buceta e cu pro espelhoContos eroticos de irman eirmaoContos eróticos gays envolvendo negões super dotados e dominadorescontos eroticoscomi a sobrinha da minha mulherconto erotico comi minha irma casada no ranchopor causa da zoofilia virei escrava 3 Casa dos Contos Eróticoscontos de coroa com novinhocoleguinha liberal gay contoscontos eroticos gay meu vizinho de dezenove anos me comeu quando eu tinha dez anoshttps://idlestates.ru/m/conto_18200_meu-sobrinho-gosta-de-me-ver-completo.htmlcontos eroticos fudendo a mae travestinem o cu da minha noiva era mais virgem contocontos noivas deram pra cunhadomulher enrolada na toalha fica excitada e trepa gostosoFui penetrado com violênciasapata velha greluda e ninfetaContos eroticos de podolatria com fotos chupando pes de primas dormindocontos punheta com a maepunheten o rabo da minha esposaconto erotico dona de casa dominada conto erotico arrombei o travesti do baile funkPorno pesado gordao arromba magrinha pono doidoPorno gay conto erotico menino submissocontos eróticos da casa dos contos com histórias traição as fazendeira casada safadaContos eroticos dei a buceta para inimigoempregada carente de um trato na camacontos eroticos prima 32noscontos eróticosminha esposa deu para os molequescontos porno traca troca amiguinhoestocou forti na buceta da novinha que salto fora da picameu tio me pegou me masturbando contos