Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

EU, MINHA IRMÃ E NOSSA PRIMA CURIOSA

Olá!! Meu nome fictício é Thiago, tenho 23 anos. Sou loiro, 1.80, olhos verdes, pernas grossas, e costumo malhar. Meu pau tem 21 cm e bem grosso e todo raspado. Eu e minha irmã sempre fomos muito amigos, não temos segredos um pro outro e sempre ficamos sem roupa um na frente do outro sem malícias, ela é loira, 1.67, bunda e seios médios e bem magrinha. Linda!.

Um dia uma prima nossa chamada Carla veio passar uns dias lá em casa, ela tem cabelo castanho escuro, 1,65, bunda e seios médios, a pele bronzeada 19 anos também. De noite eu passava por frente do quarto da minha irmã e ouvi as duas conversando, parei pra ouvir, a Carla perguntava pra minha irmã se ela já tinha me visto pelado, ela respondeu que sim, então a Carla continuou e perguntou se era grande, minha irmã respondeu que sim e a Carla continuou perguntando, mas minha irmã desconversou.

No outro dia fui falar com a minha irmã que eu tinha ouvido e que queria ajuda dela pra matar a curiosidade da nossa prima.

Combinamos tudo e fui até a vídeo locadora e peguei vários filmes, entre eles um pornô que deixei no mio dos DVDs no lado da tv e fui pro meu quarto.

Tomei um banho e coloquei uma calça de agasalho sem cueca e fiquei sem camisa. E desci, quando chego na sala vejo a minha irmã e a Carla assistindo o filme pornô. Pergunto se posso ver também minha irmã fala que sim e sento entre elas no sofá. Comecei a ver o filme e logo meu pau começou a ficar duro, a Carla não parava de olhar pro monte na minha calça. A minha irmã falou: Ela quer ver mano. Então abaixei a calça até os joelhos e sentei. A Carla ficou vermelha mas não parava de olhar, totalmente sem reação. Minha irmã então começou a tirar a blusa falando, não era isso que vc queria Carla? Então passei a mão nos seios da Carla e puxei a blusa dela e o sutiã deixando aquele peitinhos redondinhos a mostra. Minha irmã tirou a calça e veio e puxou a calça da Carla, ficando as duas sá de calcinha. Minha irmã tirou a calcinha também e sentou no lado de Carla. Comecei a chupar os peitinhos da Carla e passar a mão nas suas coxas... tirei a calcinha dela, voltei chupar seus peitos, fui descendo pela barrinha dela, e fui descendo, ela tinha marquinhas de biquíni, os pelos bem aparadinhos, fui descendo, chupei a virilha dela, passei a língua entre seus lábios rosados, ela soltou um gemido. Abri mais sua pernas e comecei a passar a língua logo abaixo do seus clitáris, descia até a entradinha, passava a língua em movimentos circulares e voltava a chupar o seu clitáris. Minha irmã olhando, de repente ela começou a passar a mão nos peitos da Carla e logo começou a chupá-los, chupei mais um pouco a buceta gosto da Carla e pedi se minha irmã queria provar ela também. Me levantei e minha irmã foi onde eu estava e começou a passar a língua bem devagar na buceta da Carla. Parei em pé no lado do sofá com o pau perto da Carla, ela segurou com força, apertando e começou a chupar a cabecinha. Ela passava ao redor da cabecinha, colocava na boca e chupava com força. A Carla começou a gemer mais alto e com a respiração mais pesada e logo gozou na boca da minha irmã. Ela apertava as pernas contra a cabeça da minha irmã enquanto gozava.

A minha irmã se levantou e sentou no sofá, eu comecei a chupar os peitos da Carla novamente. Ajeitei ela no sofá e comecei a esfregar a cabecinha entre seus lábios, minha irmã sentada do lado dela disse: vai com calma que ela é virgem. Dei mais uma chupada na Carla colocando a língua lá dentro e coloquei o pau na entradinha e comecei a forçar. Começou a entrar, bem devagar., sentia ela se abrindo enquanto meu pau ia entrando. Fui colocando até sentir minha bolas encostarem na sua bunda. Tirei quase todo e coloquei novamente bem devagar. Ela gemia de dor, aos poucos o gemido dela foi mudando, conforme sentia que ela estava gostando, comecei a mexer com mais velocidade. Logo ela já estava gemendo de prazer. Minha irmã começou a chupar os peitos dela. E eu com força tirava o pau quase inteiro pra fora e colocava até o fundo, minhas bolas batiam com força na bunda dela. Ela gemia muito. Estava me matando de tesão. Senti ela se contraindo e me apertando com as pernas. Senti o gozo quente dela na minha cabecinha tirei pra fora e gozei muito em cima dos pelos e barriga dela. Aí Carla e minha irmã foram tomar banho no quarto dela e eu pro meu. Foi muito legal.



Espero que tenho gostado, me mandem seus comentários para [email protected], essa é uma historia fictícia, se você quiser me mandar uma historia sua, me mande que eu reescrevo e publico aqui..

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


fui consolar a cunhada carente comi ela contosfudedo a tia bombadacadastro dormindo e Thiago chupando seu pauooooooooohhhhh porra pornocontos de sexo gay puto chupador de pau contos eroticos menina com banana no cutitio disse q ia fazer passar a vontade de fazer xixi contos eroticostirei a saia da minhan e fudi com ela no banheiro pornodoidomendigos me comeram virgemconto erótconto lesbicscontos eroticos surpreendeu a esposarelato erotico casada e amiga pau de borrachacontos eróticos..titio iniciou nós.. virgemcontos eróticos gay amigoconto eroticos com a namorada e minha irma acampandocontos minha mae gravida de baby doll me chupandofraguei meu garotinho de seis anos mamando o pau do vizinho contos eróticos gayContos eróticos cumendo minha mãemulek gemendo no pau do outro mulrkcontos eróticos chantagem cunhadaconto erotico o coroa mandou o viadinho vestir calcinhaconto comi minha sobrinha na pescariacontos eróticos comi minha vizinhacontos eroticos o negao me estuproumarido dormiu eu me depilei toda contosadoro garotinhos - contoscasa dos contos eroticos dei um tapa no rosto filho quarto chamei comer pizzaconto erotico gay fazenda da familiagazar na vagina da sogra xvidioscontos vizinha dona de casa tetuda caidaminha mae dando pro patrao dela contosContos curtos de coroa casada chantagiadacontos de incestos e orgias com minha mulher minha irma emcass nudistascontos erótico irmaoscontos matei minha vontade sem querernovinha inocente sentando no desconhecido contos eroticosconto erótico cantada pesada na ruaContos erotico ferias quentes cinco o retorno do titio pegadorcontos eroticos acampamento pirenopolisVoltei gozada pro meu corninho contocontos bdsm erposas escrava submissa martaConto erótico amiga da esposa dormir na mesma camaconto gay filhinho mamarconto gozada dormindoquero ver contos eróticos de garoto com a pica enorme come garota nova e madamecontos eroticos de muheres casdas q alivirao seus fusionariodeusa de ebano com uma bunda maravilhosacontos coroa 58 anos pau grossonao resisti a buceta da minha maesexo gemidosssDei o cu pro tio contosSafadinho aaa uuuconto eróticos comeu o cu a força e amarras fsconto meus soblinhos me devoraramconto erotico teen sendo enrabadaajudando a netinha com dever de casa ninfetabrincar casa abandonada buceta contos eróticossou casada meu visinho novinho contosContos minha mulher mandando eu engolir porracontos eroticos arrombada pelo empregadoconto minha mulher cheia de porraContos eroticos o bucetao cabeludo da minha tia velhacontos eroticos,minha sobrinha cresceuwww.acordada por papai videos incestosurprendida pela minha amiga lesbica contos eroticosrasguei a camisinha sem ela perce er e gozei dentro/contosas antigas Sophie travestis masturbando na salae comecei a mamar aquele paucontos eroticos colegioxvideos minha matrasdo nu meu quato sexocontos eroticos comendo cu da amiga e da mae delabuceta virgem sendo chupada e descabaçada por coroas contoshomem de pau duro pra outro no cfc contocontos e Relatos reais de nora transando com sogro em Brasíliacontos eroticos gay fui enrrabado apanhei e gosei com um desconhecidoConto de gang bang no posto de gasolinacontos gay meu primo pauzao vir i