Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

EU, MINHA ESPOSA E O PASTOR (REAL)

Era o ano de 2003 e casei com minha namorada Sara, uma mulher muito bonita, gostosa e tem uma bunda que deixa qualquer um doido. Quando casamos, trepávamos o dia todo, ela é insaciável, quanto mais fudia com ela, mais cacete ela pedia. Sua especialidade, é dar o cú e engolir porra. Como ela gosta! Tenho 19 cm. de cacete e bem grosso, soco as vezes o dia todo no cú dela e depois gozo em sua boca, ela engoli tudo com muito prazer, e pedi mais. Há tempos atrás, começamos a frequentar uma igreja, pois nem sá de sexo vive um casal. Os irmãos nos recepcionaram muito bem e continuamos a ir. Até que num certo dia, o pastor teve que se ausentar por motivo de saúde e veio outro para substitui-lo. Era um negro muito alto, com uma pinta de galã. Veio ao nosso encontro, depois do culto e fomos apresentados a ele.Seu olhar para minha esposa, o entregava, vi em seus olhos desejo de possui-la. Quando veio falar comigo, me deu os parabéns, dizendo que eu era um homem de sorte. Fiz que não entendi, e fomos falar com as outras pessoas. Vez ou outra, olhava para o pastor conversando com os irmãos e ele sem conseguir disfarçar, não tirava o olho da bunda da minha esposa. Conhecemos sua esposa, uma senhora acalhada, tímida e depois ficamos sabendo que ela sofria muito de depressão. As irmãs fofoqueiras rapidamente descobriram o motivo de tanta tristeza. O pastor era um homem que gostava muito de trepar e sua esposa não, por isso eles viviam em crise. Comentaram isso para minha esposa e ainda falaram outro detalhe, que o pastor tinha um pênis enorme e muito grosso, já tinha acontecido de sua esposa parar no hospital, toda arrombada, numa tentativa de sexo anal. Notei o tesão da Sara, quando ela falava e perguntei se ela achava o pastor atraente, ela ficou meio sem jeito, sem querer responder, e disse que ela não se preocupasse, que eu já sabia a resposta. Então ela falou: acho o pastor um tesão. Insisti na conversa e a perguntei se ela tinha notado o olhar do pastor para ela. Ela disse que sim, inclusive tinha levado uma cantada dele na cozinha, quando estavam a sás. Sabendo que seria corno mais cedo ou mais tarde, pois minha esposa era muito fogosa e desejada por todos os homens. Fui direto ao assunto e a perguntei: você que fuder com o pastor? Ela sorriu timidamente e balançou a cabeça, dizendo sim. Falei que a amava e seria apenas uma fantasia nossa a ser realizada, ela ofegante concordou. Falei também que assistiria tudo, escondido. Convidamos o pastor para ir até nossa casa, ele aceitou o convite. Coloquei na sala um espelho falso, de modo que do meu quarto daria para ver tudo que se passava na sala.Chegado o dia, pedi para minha esposa vesti uma roupa bem sensual. Almoçamos e fomos para sala, esperar achegada do pastor. Estávamos sás, pois não tínhamos filhos. Ele chegou muito elegante e começamos a conversar. Apás alguns minutos, pedi desculpas, e falei que ia dormir, pois estava com dor de cabeça, mas eles poderiam continuar conversando. Fui para o quarto, sentei na cama e comecei a assistir o que se passava na sala. Minha esposa foi pegar um copo d'água para ele, quando retornou e foi dar o copo para ele, vi que se tratava de um tarado, ele começou a beijá-la com força, puxando seus cabelos, rasgou suas roupas e começou a mamar nos peitos da Sara, depois de muito mamar nos peitos dela, a colocou de quatro e começou a chupar o cuzinho da minha esposa. Ela, já relaxada, aproveitava cada segundo. Eu comecei a bater uma punheta. Passados alguns minutos, o pastor tirou o pau para fora, vi a cara de espanto da Sara, era um senhor cacete, enormeee. Minha esposa começou a chupar, quando menos se esperava, uma gozada na cara dela, nunca vi tanta porra na minha vida, foi um verdadeiro banho. Gozei no mesmo momento. Sara foi se lavar, e depois retornou. O pastor sempre de pau duro a aguardava. Ele fudeu a buceta dela de tudo que era jeito, parecia um animal no cio. Sara gozava muito tambem. Mas o melhor estava por vim. O pastor colocou ela de quatro e socou no cú dela, além de ver, deu para ouvir o grito dela, deu para ver cada centímetro entrando naquele buraco. Aquele homem parecia que não via uma mulher a séculos, sua pica, parecia uma cachoeira de porra. Contei no mínimo umas oito gozadas dele. A buceta e o cú da Sara espirrava porra para tudo que lado. Exausto, depois de quatro horas fudendo minha esposa, o pastor tomou se vestiu rapidamente e foi embora. Sai do quarto e fui até a sala, chegando lá, vi a minha esposa com a buceta e o cú todo arrombado, parecia que tinha chuvido porra, estava tudo molhado. Perguntei para Sara se tinha gostado. Ela disse, que o pastor era um cavalo, "nunca bebi tanta porra na minha vida", que precisaria tomar remédio para passar a dor, mas tinha gozado várias vezes. E me devolveu a pergunta. E você gostou? Adorei, ser corno.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contocasadacarentePadrinho iniciando afilhada novinha contos eroticoscontos eroticos escravoconto erotico de dois amantes que se amamcontos de coroa com novinhoSou casada fodida contoContos eroticos meu filha de seis anos chupa endidacontos eróticos da secretária cadela de coleira do patrãocontos os sequestradores fizeram comer minha mae para comermulher sobe em cima da pica do manequimLua de mel contos eroticosembebedei a minha mulher e fiz ela faze gang bang com os amigos xvideoscontos meu pai me fodeConto erotico com garota da fazendacontos eroticos de meninas novinhas adolecentes transando com homens maduros e bem dotadosMamando rola na escola contoseroticoscontos de pervertidoscontos eroticos cumendo o cuzao cabeludo da minha maecontos amigas virgenscontos de sogra gravida transandocomo enfiar caralho na conaporno tio roludo viaja dd onibus com sobrinhaconto erótico a filha novinha muito novinha de minha ficante penetrei ela durmindoconto gang bang com crentecontos eróticos com imagens e quadriscoroa pede gisa pra mim safadocagando na cara conto"voce e muito corno"conto de encesto sou filho unico meus pais viajarom e eu fui com elesfamily sex 2 - contos eroticoscontos gay o vizinho cadeirantetres comendo uma mulher e um socando no cu do outro uma filinhaiContos erroticos de prinos e prinas sexoconto de quarentona a fuder com desconhecidocontos cunhada crentetia ponha pau torto do sobrinho no cucontos eróticos de bebados e drogados gaysnovi bateno sirica e hosano fostososubmetido a chantagem para ajuda o marido contos eroticocontos eroticos o dia que o pasteleiro mim comeucontos eroticos gays no futebolcom fotoscheirinho.gostoso da bucetinha contosconto erotico mulher bunda grande e mulequeconto dei de mal a xoxota pro meu enteadovídeos de porno mulher gazando espirrando no caralho grande tremormenina de calcinha pornoe chiorts curtosconto erotico ajudando minha tia no encanamentocontos eróticos iniciado pela primaContos dei para meu filho roludocontos eróticos gay lambendo o cu do macho heteroamolecendo dentro da xanaconto transei com borracheiroxvidio louco desejo vizinha mulata sainha mostrandoconto erotico o taxista negaocasada meu patrao me comprou e arrobou meu cu virgem contos eroticosrealizei a minha maior fantasia transei com um jovem loiro do pau grande e meu marido assistindome apaixonei pelo um bandido conto heroticocontos eróticos. bdsm mestre tudo que meu mestre mandar 3conto o mendigo roludo comeu minha mulhercontos eroticos tava numa vontade danada de comer um cu e acabei dando o meucontos eroticos reais adoro ver minha mulher com outros homenscontos eroticos entre camioneirostoda raspada na praia de nudismo contosMe Faz um Cafuné conto gayx vedio pai eintiadacontos erótico sou evangelicacontos anal de mulher virgemcontos eroticos exibicionismocontos eróticos crueldade com cornoconto hertico meu vizinho me arrombou sem minha prrmissaocontos ajudei meu marido a comer minha sograquero ver vídeo de transex dos pelos das pernas descoloridosrelato erotico meu filho gosa nas calcinha minhasContos ela deixou comer o cu delacontoserotico sou senhora mae sou bem peituda tenho bundonaGoiás borracheiro endereço conto gay de calcinhainfância;contos eróticos;enrabadoconto gay estupradoconto encoxada coletivaConto Erotico Gay a primeira vez com meu tio imagenscontos erotico de estuproconto brincando de cachorrinhoConto troquei o oleo com meu patraopornô doido p*** fazendo fio terra