Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

VIRGEM ESTUPRADO POR 19 HORAS

Virgem estuprado por 19 horas



Tinha 19 anos, quando viajava para Salvador numa sexta-feira, 19 horas, quando saia de um posto de GV apás viajar desde a 4 horas da manhã, quatro homens, três negros (vou chamar de Val, Tim e Leo) e um branco (Nei) com farda de grande fábrica da região me pediram carona até Itaobim, pois eles haviam perdido o ônibus e estavam há um mês longe da família.

Durante a viagem vários assuntos surgiram e quando Val abriu o porta-luva para pegar um CD, ele encontrou algumas revistas pornô que carregava no carro, que ele começou a ler e passou para os outros.

Começou a chover muito forte práximo a Teáfilo Otoni e a BR-116, cheia de buracos e muita carreta, começou a ficar perigosa, quando Nei sugeriu que parássemos, tomássemos banho e depois seguíssemos viagem. Quando Leo sugeriu que podíamos aproveitar e assistir algum filme pornô. De imediato eu recusei, mas Val falou: Você está com medo da gente? Somos gente boa. Assim paramos em motel na estrada, entramos, ligamos a TV e fui tomar banho.

Ao sair eles estavam bebendo conhaque que Tim trazia em sua mochila, quando me ofereceram um copo, e eles foram um a um banhar. Apás tomar o conhaque como não bebia comecei a ficar sonolento, Nei falou para eu descansar que era o cansaço da viagem. Fui lá fora, liguei o alarme e escondi a chave do carro e deitei na cama para descansar, Nei aproveitou e me cobriu com um lençol.

Acordei com as mãos amarradas, com o pau enorme de Leo na boca (depois soube que tinha 27 cm, mas não era grosso como o de Tim, tinha apenas 6 cm como Leo disse) e com minha bunda toda melada com creme com Val forçando seu pau (cerca de 19 cm). Tentei escapar, mas eles tinham me colocado em posição de frango assado com duas almofadas na minha barriga e estava com a cabeça enfiada entre as pernas de Leo e os outros estavam segurando minhas pernas.

Tim falou que eles estavam sedentos de sexo e quando viram aquela bundinha branca, ao retirarem minha bermuda, ficaram doidos e pediu para eu ficar calado se não quisesse me machucar.

Val enfiou todo seu pau rasgando-me por dentro quando perdi toda a força e engasguei com o pau de Leo na tentativa de fuga. Val começou a entrar e sair, quando tirava quase todo e enfiava de uma sá vez batendo com força, eu via estrela de tanta dor. E assim Val, Tim (cerca de 20 cm, mas muito grosso e precisava arregaçar toda minha bunda para poder entrar) e Nei (cerca de 19 cm) começaram a revezar em minha bunda, ao mesmo tempo em que o pau de Leo na minha boca esfolava minha garganta. Depois de pouco tempo já não aguentava mais de tanta dor e com a boca toda dolorida, porém quanto mais reclamava, mais apanhava com tapas na bunda mandando eu parar e rebolar como puta. Eram peões ávidos de sexos.

Nei trocou com Leo que foi para trás, quando sem pau na boca implorei para parassem que não aguentaria, pois nunca tinha dado a bunda e estava todo ensanguentado.

Eles não me ouviram e Leo limpou minha bunda para deixá-la seca, pois assim como havia arrebentado minha boca ele disse que era para sentir cada centímetro de seu pau na minha bunda, mas seu pau não conseguia entrar todo, quando pediu que Tim lhe passasse o creme e enfiou com o dedo bem fundo no meu cu. Começou a empurrar, segurou firme na minha cintura e começou a bombar com toda sua força, me estourando todo, quando desmaiei. Retornei com Val passando pano úmido na minha cabeça, quando ouvi ele dizer: é Leo, você é maldoso mesmo, de tanto tentar conseguiu enfiar tudo. E Leo continuava me bombando. Já estava todo anestesiado, não sabia o que era dor ou prazer. Os quatros ficaram revezando nessa posição até práximo de gozar quando foram um a um segurando firme a minha cabeça e fazendo eu engolir até a última gota de porra.

Deram-me um banho e a farra continuou em todas as posições que eles viam nos filmes, na cama, na hidromassagem, na cadeira, no chão, no banheiro, até o dia seguinte quando tomamos café e Leo dirigiu o carro até Itaobim, pois não aguentava nem sentar direito. Lá eles compraram um vidro de novalgina e me deram quase meio vidro para tomar, sei que dormi até as 19 horas quando acordei, verifiquei tudo para ver se não tinham levado nada, mas tudo normal exceto um bilhete dizendo que foi átimo tirar a virgindade de um loirinho gostoso e quando quisesse saberia onde encontrá-los.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


me estupraram na estrada contos eroticoscontos eu e minha esposa demis banho no patrão bebadoeu quero vem pica de cinicomecontos eroticos gratis de virei a putinha da minha sogra lesbicapau na boca da namorada dpconto erotico eu e meu irmao fudendo minha esposaconto - ela foi amarrada e fodida sem docontos tomei no cu gostosomeu corno riucontos erotico gay punheta no cuzinho do netinho pequenofudendo meu primo gay sexhomem interra tudo na buceta inxada da sua cadelaCasada portuguesa bate punheta a um desconhecido casa dos contospai quero atencao contos eroticosconto eroticos cheguei em casa com o cu cheio de porrae arrombadogozanodeto familha ponocontos eroticos de mulheres traindo marido com caseiro e porteiroContos mamae é a puta da familia e dos vizinhosvídeo porno mulhercoloca um vibrado na buceta antes de ir trabalharcoroa liberada para cornear pela primeira vezcontos de coroa com novinhoporno puxo o cabelo dela de quatro e arregaço sem doConto gay colinho duro meninocontos eróticos filhinha bobinhapapai tirou meu cabaçi videos mobilecontos eroticos ela não queriaIncesto com meu irmao casado eu confessoconto erótico gay mamei na madrugadacontos eroticos namorada casa de praiaquero ver vídeo de transex dos pelos das pernas descoloridoscontos eroticos cunhada crentecontos eróticos gay advogadocontos eroticos comecei a notar uma diferença na buceta de minha melherminha prima e uma jebaconto estou apaixonado pelo meu sogrowww.eu aronbei minha sobrinha de doze anos de idademalandrao dando o cuzinho pra boy malhado contocontoerotico ela me seduzxvideo porno gay amigos bateno punheta na casa abondonadaencontrar vídeo de sexo amador com mulheres gordinhas do Arraial do Cabo viciadas em analcontos menino cagou o pau do padrefiseran eu comer minha sogra eminha conhada contocontos eroticos irmazinha se oferecendoo cu da minha esposa e meu contocomo supa a boceta ligada tonadoLoira de itanhaem mostrando os peitosDei meu cu gay pro seguraca do meu paicomendo amae domeuamigo porno leisbicoContos erotico ferias quentes cinco o retorno do titio pegadorContos eroticos os muleque e a mamaeConto erótico minha esposa puta liberada na orgia cache:GAEDmAeFVBUJ:okinawa-ufa.ru/m/conto_18319_fodendo-gostoso-minha-paciente.html Contos eroticos transei com um desconhecidobanho com a tia velha contoque delicia de raba contosRelato de zoofilia dando o cabaço pro burrohomens velho gay contoscontos eróticos eu e minha esposa com um casalmenina abrindo a buceta saindo gosoProfessora de shortinho partindo a bucetagalimha contos eroticoscolocando devagar na bundinha vestidinhoconto erotico minha irmã me amamama direito vadia csralhopau pequeno harem conto erotixoprimeira suruba da esposa contospau pulsou na bocaconts pornor de swingconto brincando com o pinto do meu padrastoirmao de pau enorme engravida a irma contos eroticoscomo dar o c em rodoviáriacontos de travecos comedoresContos eroticos viagem longa incestuosacontos adoro ser cornocontos eróticos de bebados e drogados gaysContos, eu convidei um foragido na minha casa e ele comeu a minha mulherfazendo gozar mulher casada darlene contosconto erotico maridocontoincestocoloxvideo mobile meu pai me castigou