Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

(MEU PRIMO JORGE (EU/LUCA E O FRANCISCO) 3)

No dia seguinte foi mais que bacana, tomei o meu café e fui procurar o meu amigo mais encontrei o pai dele. Perguntei pelo Chiquinho e ele todo serio falou que o filho estava trabalhando perto da lavanderia. E se eu quisesse falar com ele teria que esperar ele terminar.

EU= Eu disse para o Chiquinho que ia ajudar ele no trabalho.

PAI DO CHIQUINHO= Mais isso não é certo menino, Você é sobrinho do patrão.

EU= Não tem problema! Fui eu que ofereci ajuda, e alem do mais não tenho nada para fazer.

PAI DO CHIQUINHO= Você que sabe menino!

Fui ao encontro do Chiquinho e foi uma visão de tirar o fôlego, ele estava de calça jeans e sem camisa, de bota e chapéu de vaqueiro.

É claro que o trabalho braçal ajudou no físico dele, mais ele sá tinha 19 anos e com aquele corpo queimado de sol ele ficava mais lindo.

Quando ele me viu deu um sorriso de prazer e eu retribuí.

EU= Eu não disse que vinha te ajudar.

Eu estava de bermudão, tênis, camisa e boné.

CHIQUINHO = (SORRINDO) Acho que está arrumadinho demais para trabalhar.

O Chiquinho estava lixando uma porta que estava pintada e deixando ela sá na madeira.

EU= Agora sei o porquê desse corpo e dos seus braços tão fortes. Sabia que eles estão mais inchados do que ontem? Deve tá muito duro NE!(JÁ COM SEGUNDAS INTENÇÕES)

CHIQUINHO= tem outra coisa que está mais duro do que o meu braço (SORRIU)

O Chiquinho olhou para o lado, olhou para o outro.

CHIQUINHO = Onde está o meu pai?

EU= ele está plantando uma arvore na entrada da casa.

Ele se aproximou de mim e pegou a minha mão.

CHIQUINHO= A outra coisa que ta dura é esta aqui!

E botou a minha mão no seu pinto por cima da calça.

EU= Assim sá dá para sentir, eu quero ver se é verdade o que esta falando. Quero ver se está mais duro do que o seu braço.

Ele chegou para traz da porta tentando se esconder e colocou o seu pinto para fora.

CHIQUINHO=Viu! Eu não disse? Foi sá eu te ver chegando que ele ficou assim.

Segurei no pinto dele e o levei para a lavanderia.

CHIQUINHO= Você está louco. Aqui não.

EU= Aqui sim. È sá uma chupadinha vai! Eu seu que você está doido para isso.

Sem esperar uma autorização dele já fui chupando, não sei se por nervoso e medo se ser pegos. O Chiquinho gozou rapidinho e eu lambi ate a ultima gota.

Ele guardou o seu pinto na calça e me abraço e beijou, foi um beijo rápido mais delicioso.

EU= Agora já podemos trabalhar.

Ele deu um sorriso sacana.

EU= Eu trabalho com você todos os dias. Mais primeiro tenho que tomar leitinho para ficar forte. (DEI UMA GARGALHADA)

O pai do chiquinho chegou e estávamos lixando a madeira e já estávamos todos suados e cheio de tintas e o trabalho quase terminado. Ele muito serio, fiscalizou e ficou olhando por alguns segundos.

PAI DO CHIQUINHO = O trabalho está muito bom, vão se lavar e se divertir um pouco. Tem um chuveirão ali atrás, aproveitem e tirem esta tinta.

EU= O Chiquinho depois pode ir à piscina comigo?

PAI DO CHIQUINHO= Mais a piscina fica no terraço e ele tem que entrar pela casa, não acho certo o filho do empregado frequentar a casa do patrão.

EU= Não tem problema algum, e os meus tios vão adorar eu levar alguém La, eu não tinha amigos e o seu filho é o meu melhor amigo. E os meus tios sempre pedem para eu levar quem quiser para a piscina.

PAI DO CHIQUINHO= Tá certo, mais se comporte em moleque.

CHIQUINHO = Pode deixar pai.

Fomos para o chuveirão e tiramos as tintas agarradas no nosso corpo. O Chiquinho se ensaboava e eu não tirava os olhos do seu pinto que já estava para La de duro e me passou sabonete.

EU= Eu fico louco vendo o seu pinto.

CHIQUINHO= Sabia que também fico muito tesão vendo o seu.

CHIQUINHO= Fiquei com saudades de você.

EU= Eu também, e custei a dormir pensando em você.

O Chiquinho colocou a calça e eu a bermuda e tentando disfarçar os nossos pintos duros.

CHIQUINHO= vou em casa pegar uma sunga, me espera ai.

Ele voltou correndo e fomos para a piscina. Passei pela cozinha e pedi para a empregada levar sucos e lanche.

Ela não demorou muito para levar o que pedi e fui fechar a porta de acesso que dava para a piscina.

Tirei a sunga e pelado dei um mergulho.

EU= Venha à água está uma delicia!

O Chiquinho deu um mergulho e no meio da piscina tirou a sua sunga e jogou na borba se aproxima e começa a me beijar. E me perco em seus lábios. Que delícia!

Sinto aquela língua ardente como brasa na minha boca aquecendo todo o meu corpo, me dá arrepios... Ele puxa meu cabelo e começa a passar a mão por debaixo da água em meu corpo, sentir cada parte.

Me beija ainda com mais força e a sua mão encontra a minha bunda e sinto um tesão enorme e sinto aquele dedo percorrendo meu rabinho.. Uma sensação gostosa.

CHIQUINHO = Você precisa relaxar, garanto que vai adorar.

EU= Eu já estou adorando e quero que você seja o primeiro.

Ele colocou um dedo, depois dois dedos e aos pouquinhos vai colocando o cacete roçando no meu cuzinho...

EU= Hummmmmmmmmmmmmmmmm!!! Aiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii!!

E põe aos poucos a cabecinha... Ele puxa meus cabelos e pede para eu rebolar.

CHIQUINHO= Isso!!! Rebola que o meu pau vai entrar bem gostoso em você.

EU =Hummmmmmmmmmmmmmm!!! Aiiiiiiiiiiiiii!!! Té doendo muito.

Sinto muita dor e peço para parar. Mas ele não obedece e começa masturbar o meu pinto o que alivia a dor e me deixava mais relaxado e vai enfiando o cacete abrindo meu rabo e rasgando minhas pregas. Uma dor, misturada a um tesão, inexplicável... Mesmo na água, sinto minhas pernas amolecerem e busquei apoio na borda da piscina. Ele batendo uma punheta em mim e o pau no meu rabo num vai e vem alucinante... Sinto o seu pinto inchando e pulsando dentro de mim, o Chiquinho goza dentro do meu cú, puxa com delicadeza meu cabelo, fazendo a minha cabeça virar na direção do sol e me chama de gatinho gostoso.

Me virei e o beijei, estava muito feliz por ter sido ele que tirou a minha virgindade.

CHIQUINHO= Agora você não é mais virgem!(ME ABRAÇANDO) Espero que não tenha doido muito, eu queria que tivesse sido muito especial.

EU= É claro que doeu né! Mais foi muito especial, porque foi com você!

O Chiquinho me fez sentar na beira da piscina e me fez gozar chupando o meu pau. Quando gozei, ele tirou da boca e esfregava o meu pinto ainda gozando pelo seu rosto.

Ele afundou na água para limpar o rosto sujo de porra e saiu da piscina.

CHIQUINHO= Vamos tomar sol e beber um suco?

Pelados e de mãos dadas como dois namorados , sentamos um do lado do outro.

Deitei de costas porque estava ardido o meu cu e o Chiquinho fez uma massagem com o dedo, ele não enfiava, mais ficava passando o seu dedo ao redor do meu buraquinho.

Ele se ajoelhou e abriu as minhas pernas e ficou passando a língua no meu cuzinho.

CHIQUINHO= Tá melhorando?

EU= Assim tá bem melhor.

Ele ficou lambendo o meu cu por alguns minutos e eu gemendo. E me contorcendo.

CHIQUINHO= Já estou com vontade de te comer de novo, posso???

EU = Eu também quero, mais acho que vai doer muito. Vamos esperar um pouco.

Apesar dele ainda estar com fome do meu cú me respeitou e ficou sá pincelando o seu pinto entre as minhas nádegas. E sem me fuder ele gozou na minha bunda.

Comemos uns lanchinhos e tomamos muito suco estava muito calor e muito quente. Voltamos para água e brincamos muito.

Quando estamos felizes o tempo passa muito rápido.

CHIQUINHO=(OLHANDO O RELOGIO DE PULSO) Já 17:45 tenho que ir embora e ficar um pouco com o meu pai ele é sozinho e não tem ninguém para conversar com ele. E a noitinha depois que ele dormir eu volto e vamos nos encontrar de novo sá que vamos direto para o quarto do seu primo.

EU= Eu queria muito que você fosse para o meu quarto ficar sá comigo, sabia?

CHIQUINHO= Eu também queria muito isso. Mais com o Joginho é diferente! Ele sempre me ajudou em muitas coisas, ele é especial e sempre me tratou muito bem eu devo muito a ele e também gosto das nossas transas. Mais com você está sendo tudo diferente não é sá transa ou sexo, eu estou gostando muito de você é mais que pele e tesão. O meu coração bate mais forte quando estou com você.

EU= Eu também estou gostando muito de você.

CHIQUINHO = Vamos tirar esse cloro do corpo.

Ao lado da piscina tem um banheiro bem simples, sá mesmo com um chuveiro, um pia e um vaso sanitário.

Entramos e ligamos o chuveiro. Em um momento o Chiquinho ficou de costa para mim. Comecei massajando as suas nádegas, muito lentamente,descendo até aos pés e voltando a subir. Passando levemente um dedo pelo seu rego e isso o fazia gemer baixinho. O meu pau duro encaixou-se nas suas nádegas e assim ficamos quietos saboreando aquela sensação gostosa...Devagarinho comecei a roçar-me em todo ele.Ao mesmo tempo percorri o seu pescoço e ombros com os meus lábios.

Fui descendo pelas suas costas sempre dando-lhe pequenos beijos até que cheguei ao fundo das suas costas.Abri lentamente aquelas "maçãs"musculosas, deixando ver um buraquinho rosado e levemente rodeado por uns pelinhos negros. Devagarinho e cheio de tesão aproximei dele a ponta molhada da minha lingua e encostei-a levemente e ele extremeceu.

Bem devagar comecei a dar um banho de lingua naquele cuzinho tentando meter de vez em quando a pontinha que deslizava já bem lubrificada.Chiquinho estava adorando! E com a agua do chuveiro caindo em nossos corpos ele foi levantando o seu cuzinho contra a minha lingua.

CHIQUINHO= Hummmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmm!!! Hummmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmm!!!! Que bom isso!!! Que delicia.

Ele gemia gostoso. comecei a massagear o cuzinho com a ponta do meu pau. O meu pau já estava saindo o liquido lubrificante!.Ele gemia. Fiz um pouco de força e meti sá a cabecinha. Fiz uma pequena espera e o chiquinho pediu-me sussurrando :

CHIQUINHO= Mete!!! É bom sentir o seu pinto entrando. Mete todo ele, assim!!! Isso!!! Meti ele todo ate o talo. Hummmmmmmmmmmmmmmmmmm!!! Hummmmmmm!!

Devagar comecei a bombar e fui aumentando a velocidade cada vez mais sentindo as minhas bolas bater na sua bunda. Não aguentei mais e comecei a gozar. Chiquinho sentindo que eu ja ia gozar deu dois apertões em redor do meu membro me fazendo gozar imediatamente em abundancia!

EU= Que delicia!!!

Quando tirei o meu pinto do seu cú, vi escorrer do seu cuzinho um fiozinho de porra que tinha acabado de deixar dentro dele. Ele virou e me ofereceu o seu belo pinto duro e latejando. Não me fiz rogado e rápidamente meti na boca dando-lhe uma xupada de mestre! Ele se contorcia todo e agarrava a minha cabeça com as suas mãos comandando o movimento de sobe e desce. Eu tentava engoli-lo o mais possivel até me engasgar.

EU= Que caralho mais lindo você tem!

CHIQUINHO= Eu não estou aguento mais, vô gozarrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrr!!!

Mas eu queria sentir também no meu cuzinho e disse para que ele aguentasse um pouco. Fiz ele sentar no chão, Subi em cima dele, e guiei o seu pinto na direção do meu cuzinho e pouco a pouco fui sentando e engolindo bem devagarinho o seu caralho até o sentir todo dentro de mim.

Estava tão delicioso que mesmo ainda ardendo o meu cú, que até o meu pau ja tinha ficado duro e ja estava babando por vontade propria. Comecei a subir e a descer no seu delicioso pinto e sentindo cada centimetros entrando e saindo e contraindo o meu cu de cada vez que o tirava, fiz o chiquinho ter a melhor gozada da tua vida.(ISSO DITO POR ELE)

E mesmo terminando de gozar eu continuei sentado com o seu pinto dentro de mim. Debrucei o meu corpo sobre ele e demos um belo, longo e delicioso beijo e sentir dentro do meu cú, novamente, o seu pinto crescendo.

Embora quisessemos muito comtinuar, não dava tempo teria que ficar para a noite.

FIM. (CONTINUAÇÃO)

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


conto erotico gay coroa pirocudo do bar me levou pra casa dele e me arrombouVirei puta do meu irmãocontos eroticos caçafoi trabalha na casa da vizinha e acabou comendo a filha delaconto de mamae de calcinha na sofaescurdo bucetona arreganhada foto delaspapai me fudeu gostoso e eu gozei no cacete delmulher casada e evangelica dando o cu,contos sexcomendo escondido a mulher do meu irmão contoscontos eróticos as amiguinhaseu tenho uma irmã muito gostosa eu tava me depilando e ela pediu para terminar depilaçãonetinha safada adora sentar no colo do vovô contos eroticosconto gay viciei na rola do negÃotraveti na ca zada fazedacontos eróticos minha sobrinha de babydollcontos eróticos mulher sofrendo na piconacontos de coroa com novinhoConto erotico contando minhas tranzas para meu pai e acabou me comendoarrumei um carA pra me comer contosvizinho fode a vizinha traiçao.contomeu filho meteu no meu cu ardeu muitoo travesti apertou os meus mamilos e me comeucontos eroticos mendigo gays orgiacontos de coroa com novinhocontos eróticos, minha esposa putaconto erótico agora papai vai bota na sua bucetinhaContos Eroticos meu pai me dopouconto gay sendo estuprado em que a dor é maior que o prazerbrincando de casinha contos eroticosXvideo.com carente se masturbando desfarcadamenteQuando ele cuspiu no meu cu ele piscou querendo piroca no cu e na xonga contosContos vizinha de 19conto mingau. de porracontos eroticos.os velhos meterao gostoso em mimcontos eróticos no cu com cachorroscontos eróticos de gays novinhos bonitos loiras namorado com muitos beijos napagando a aposta conto eroticocontos gozando pelo cuzinhoconto gay velho me deixou com as pernas bambasContos eroticos gay meu dildo.contos eroticos me mastubo brechando minha vizinhaaContos eroticos de gozar dentro de irmaospeguei minha tia contosporno minha mae recebe massagem e aventuracontos eróticos f****** a mineirinha s*****www.contos encoxadas na pescariacontos eróticos no carro com meu paicontos metendo na tiaContos eroticos me falou que era pirulitoContos eroticos pacienteconto meu chefe me chupoucontos de boquete bom de primos e primas novinhoscontoerotico no trem com marido do ladominha calcinha gozada contos eróticosContos eroticos saiaconto anal quadril exageradoconto minha esposa me traiu em nossa camaGay.dando.de.calcinhapiercing no mamilo da priminhacontos putinha do matagalPiru grande p titia contoscoroa casada depilada contosinfância;contos eróticos;enrabadocontos eroticos de gay grudados com cachorros gigantes e o que ekes passam no cu para ficarem grudadoscontos eroticos incestos primeiro foi o meu irmão agora e meu paicontos eroticos as tres safadinhadgritando e pedindo pra nao botar pois doi pra nao perde o cabacocomeram meu cuzinho conto gayolha o pezinho dela todo gozadinhopau pulsou na bocacontos eroticos fiz amor c minha mae na primeira vez que fui pra cama c elacomi o jogador de volei da seleção contos gaysconto hertico meu vizinho me arrombou sem minha prrmissaoConto namorado da minha mãesafada da internet contoela pediu pra parar mas continuei empurrando na putacontos eroticos gays virgemConto eroticos zoofilia gays meu cao me traçou no meu quintaconto nao guentei a pica de jumento choreibotei a minha namorada e amiga dela pra me chupamamae japonesa me bolinando