Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

SEDUZINDO MEU PACIENTE DE 19 ANOS

Trabalho num hospital particular do RJ. Num plantão, estava acordada no horário noturno quando fui chamada para atender a uma emergência, às três da manhã. Tratava-se de um menino de dezesseis anos, que se queixava de um corte na virilha, ocorrido enquanto jogava futebol naquela noite. à princípio, não havia procurado o hospital pois achou que o corte era pequeno e fecharia sozinho, mas estava sangrando várias vezes durante a noite. Pedi que ele deitasse na maca para que pudesse examiná-lo. Na hora, notei que ficou um pouco vermelho. Era um rapaz muito bonito, com o corpo bem definido, de cabelos escuros e olhos verdes, mas também muito tímido.

Quando ele deitou-se, tive que abaixar sua bermuda, deixando a cueca à mostra. Ele corou ainda mais, demonstrando estar muito nervoso. Acho que entendo o motivo... Eu tenho 26 anos, cabelos escuros compridos, bem lisos, olhos verdes, seios grandes, barriguinha sarada e uma bunda de respeito, pois sempre me dediquei muito à malhação. Era nítido que aquele garoto tímido não conseguia tirar os olhos do meu decote, que aparecia por baixo do jaleco. No momento em que eu abaixei sua cueca, para visualizar o corte, ele imediatamente começou a ficar de pau duro. Muito nervoso, não sabia o que fazer, então eu o tranquilizei:

- Não precisa ter vergonha, essas coisas acontecem mesmo.

Como tratava-se de um hospital particular, havia bastante privacidade no box onde eu o examinava. Informei que seria necessária uma pequena sutura, apenas dois pontinhos...

Preparei o meterial e informei a ele que deveria abaixar a cueca e a bermuda até o joelho, para que eu pudesse limpar bem a região.

Ele abaixou, de olhos fechados, pois seu membro encontrava-se completamente duro. Eu estava achando graça na situação, e comecei a ficar excitada com aquilo. Fui passando o líquido para limpar a região, dedicando atenção especial a seu pau, o que obviamente não seria necessário, já que o corte nem era tão práximo. Ele estava tremendo, percebi que poderia gozar a qualquer momento.

Resolvi parar com a provocação, apliquei a anestesia local (nesse momento seu pau voltou ao estado normal) e realizei a sutura.

Disse que ele poderia se vestir. Ele continuava muito vermelho, nem me encarava. Pedi que voltasse em sete dias para retirar os pontos (eu estaria de plantão de novo). Num impulso, disse que ele poderia voltar assim bem tarde, pois estaria mais vazio. Nesse momento ele me olhou, eu dei um sorrisinho e disse que eu mesma tiraria seus pontos.

Ele foi embora sem entender o que estava realmente acontecendo.

Sete dias depois, à uma da manhã, me aparece meu garoto. Eu não tinha conseguido parar de pensar nele a semana inteira, tocando siririca várias vezes pensando na sua pica dura de adolescente.

Ele chegou aparentemente mais confiante, e foi logo dizendo:

- Oi, doutora, vim tirar os pontos com você. - E deu um sorrisinho malandro. Eu sorri de volta e pedi que entrasse na salinha.

Ele foi logo se deitando na maca e abaixando a bermuda. Perguntou se queria que abaixasse também a cueca e eu confirmei. Fui examinar o corte e vi que estava bem. Durante o exame, esbarrei de propásito duas vezes no seu pau, que foi ficando duro como uma pedra. Mas dessa vez, ele não parecia tão tímido.

Tirei os pontos e disse a ele que era sá isso. Mas minha bucetinha estava pulsando de tesão por aquele garoto gostoso. Ele sentou-se na maca e me disse:

- Doutora, não sei se foi impressão minha, mas acho que você estava gostando de me ver de pau duro.

Nás dois ficamos vermelhos e eu admiti que sim. Ele me perguntou, sem me olhar:

- Então porque você não segura ele direito?

Respirei fundo, pensei bem, mas o meu tesão superou o medo de que alguém descobrisse. Fiz com que ele deitasse na maca, abaixei sua bermuda e sua cueca e comecei a tocar aquele pau delicioso, mais duro que qualquer outro que eu já tinha tocado. Ele suspirava, de olhos fechados.

Num impulso, abri os botões da minha blusa e perguntei se ele queria tocar meus seios. Ele balançou a cabeça, e eu guiei sua mão trêmula até um seio. Ele começou a apertá-lo por cima do sutiã, soltando uns gemidos baixos. Eu abaixei o sutiã e aproximei o bico durinho da sua boca. Ele sugava e lambia meu peito com tanta vontade que eu estava explodindo de tesão. Como eu estava de saia, levei sua mão à minha bocetinha por cima da calcinha, completamente encharcada. Ele disse que ia gozar a qualquer momento.

Perguntei se já tinha recebido um boquete. Ele arregalou os olhos e disse que sim, de uma amiga do colégio, mas que não tinha sido muito bom. Na mesma hora caí de boca naquele pau gostoso, enfiando tudo na boca, chupando as bolas, me lambuzando toda. Em pouquíssimo tempo ele soltou um gemido mais alto, e gozou muito, enchendo minha boca com sua porra deliciosa. Nos olhamos com fome de muito mais, mas ali era impossível. Já estávamos demorando muito.

Ele se vestiu, eu me limpei e nos despedimos.



Mas logicamente ele me fez outras visitas no plantão, e numa dessas eu tirei sua virgindade...

Isso fica pra práxima...

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos caminhoneiro obriga meninaContos eroticos gay dando pro maconheiro safadoconto erotico incesto sonifero filhaconto viúva fogosabotamos pra fuder contosTennis zelenogradcontos de sexo minha irma me enganoumega gozada na boca contoswww.conto erotico com sobrinha curiosaconto marido do ladoconto erotico irmã na secaencoxei e dedei minha sobrinhaso contos de zoofilia gay dando pra cachorro sendo aronbadotexto mae cuida filjo asidentado filho fodeu bucetaconto erotico real meu marido me liberou dar o meu rabocontos gay peguei meu amigo comendo um outrocanto erotico comi namoradaContos eroticos podolatria no hospitalesposa ninfomaníaca contos erótico Contos meu prefeito me comeu com fotosrelato erótico/evangélica casada não resistiuconto erotico iateconto erótico doze anoscontos eroticos comi a coroa evangelicameu marido tem pau grosso conto erótico contos velha sogra da cucarro empuramdo estaca no cu da branqui.ha quostosacoroa raspadinha gozando contosCONTOS EROTICOS REAIS EM VITORIA ESConto erotico comendo gordinha durante colheita do cafécontos eroticos comi a bunda do meninho drngosoprovoquei meu tio, dei pra eleconto erotico novinho aprendendo ser uma putinha na camaroupa de couro esposa contoscontos eroticos levei surra de piça ggcontos eroticos Araguaina Tosonhar com a mulher tranzndo com outrocomto porno bi homem paseia nas dunascontos eróticos de bebados e drogados gaysconto erotico cheiro de picaQuero cexo macho para foder hoje trancoso jaContos eroticos coroa tarada chama dois travesti pra tomar banho d piscina em casacontos a crente da a buceta e corno fica na punhetameu marido me levou pra casa de swing contosconto. fiz minha prima casada mijar de tezao contos eróticos com bucetas grandesconto erotico levei rola do meu amigogozei com a minha.irma no meu coloMinha mulher foi iniciada por um negão contos eróticosSou casada mas bebi porro de outra cara contospau duro.porteiro da esxola gayporrno doido pirenha velha vizinhacontos eroticos minha mulher e meu sogro e nosso cachorroencoxando coroa casada em Jundiai conto realwww contos eroticos de incestos como minha mae e minha irmaelagozouquedesmaioucontos eroticos de marido corno bebedor de porracontos eroticos de mulheres casadas que ja levou mijada na caracontos eroticos gay acordado na noite pelo meu paihistorias de sexo eu e minha madrasta bia de rabocontos eroticos de maes tirando a virgindade do filho novinhoContoseroticoscocainaminha sogra/contohttps://googleweblight.com/i?u=https://spbgau-kf.ru/conto-categoria_9_5_zoofilia.html&grqid=h7VCPRqy&s=1&hl=pt-BRconto.erotico..casada.18..anoscontos a mulher do meu amigo queria um pau grandeContos erótico homem amarrado fazendo sexoconto erotico comerao meu cu enquanto eu dormiaminha filha camila contos eroticosconto erotico gay viado fica com medo da piroca do coroa e e fudido a forcacontos eróticos fui Penha a força por doiscontos eroticos comi a mulher do pastorvi a xoxota da minha prima raspadinha bebada conto eroticovidio porno mulher coloca vibrador de 53 cemtimetro todinho dentro da bucetacontos encoxada com o maridomeu meu irmao me viu olhando o penis deli