Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

COMI MINHA MÃE ENQUANTO ELA DORMIA

Aconteceu em janeiro de 2004, aqui em casa somos 3 pessoas, eu, minha mãe Laura, e papai. Somos uma família feliz, minha mãe trabalha sá pela manhã numa escola, é professora, e meu pai passa o dia fora. Eu estudo pela manha na faculdade, tenho 19 anos e minha mãe, 36 anos. É uma bela mulher, muito bonita e bem feita, tem um belo par de coxas, uma bunda avantajada, gosta muito de usar calcinhas transparentes. Quando ela lava suas calcinhas fico a observar, depois estendem no varal as belas calcinhas transparentes e rendadas. A partir de observar suas calcinhas comecei a ter tesão por ela, e meu tesão aumentou mais depois que vi ela trocando de roupa pela primeira vez, a porta estava semi aberta, ela tinha acabado de tomar bando e tinha ido se trocar no quarto. Brechando minha mãe pude observar ela vestindo uma calcinha branca rendada, bem devagar e com muito carinho, a calcinha chegava a entrar nas bandas de sua buceta. Minha mãe tem uma buceta tipo capu de fusca e muito cabeluda, e isso me deu mais tesão. Meu cacete ficou latejando quando vi a calcinha enfiada na buceta, aparecendo os pelos pelas laterais. Essa cena ficou na minha cabeça por dias, sempre me punhetava imaginando a cena que vi, imaginava tirara aquela calcinha com a boca e fudê-la fortemente a pesar de ser minha mãe. Um dia ela me pegou punhetando com sua calcinha, levei uma bronca danada, o cacete brochou na hora. Fiquei meio sem jeito por uns dias. Sempre a tarde depois dos meus estudos minha diversão era punhetar pensando em minha mãe. Até que um dia entro no seu quarto à tarde, para pegar umas canetas e vi que ela dormia sá de calcinha, era uma calcinha muito pequena, não resisti e ali mesmo o cacete queria explodir. Meu coração disparava e resolvi colocar minha mão em cima daquela buceta, sobre a calcinha, coloquei lentamente a mão e senti o calor de sua buceta, comecei lentamente alisar, e com a outra mão a punhetar. Em um momento percebi que minha mãe mecheu os olhos, percebi que ela estava acordada e se fazendo que estava dormindo. Meu tesão aumentou mais ainda. Resolvi criar coragem e meter minha mão por dentro da calcinha. Coloque lentamente minha mão e bem devagar enfiei o dedo na sua buceta e para minha surpresa estava melada sua buceta. Então percebi que ela estava acordada e se fazendo que estava dormindo. Estava louco de tesão. Então fui mais ousado, bem devagar tirei sua calcinha, afastei suas pernas e comecei a chupá-la, ela gostava e comecei a notar que ela forçava sua buceta na minha cara, ela o máximo para mim. Gozei ali mesmo enquanto chupava sua buceta. Apás gozar fiquei preocupado em limpar a cama. Então resolvi subi a calcinha dela novamente, limpei a cama, e sai bem devagar para não fazer barulho, dando a entender a ela que eu pensava que ela estava dormindo. Assim que saí do quarto, fiquei brechando pela fechadura, e vi-a se levantando pegando uma blusa e se limpando de seu liquido vaginal. Tive então a certeza que ela estava sabendo o que tinha se passado. Fique feliz. A noite agimos como se nada tivesse acontecido, e eu já planejava o ataque para o dia seguinte. No outro dia a cena se repetia, depois do almoço ela resolveu dormir, enquanto isso ficava no meu quarto dando um tempo. Qdo chegou por volta de 3 horas resolvi ir até o quarto dela. Ela já imaginava que eu ia, e esse jogo já me deixava excitado muito excitado. Quando entrei no quarto dela, ela estava novamente sá de calcinha, mais dessa vez ela estava com uma calcinha mais frouxa, para facilitar minhas investidas. Ali mesmo pensei é agora ou nunca, botei meu cacete(18,5 cm) para fora, duro feito aço, coloque minha mão lentamente por baixo da calcinha e ela se fazendo que estava dormindo. Senti sua respiração mais forte, a rigor com vontade que eu enfiasse meu cacete logo. Comecei a masturbá-la levemente ela começo a mexer muito lentamente, meu dedo todo melado, e logo passava o melado de meus dedos no meu cacete, lubrificando meu cacete com liquido da buceta de minha mãe. Não resisti por muito tempo, dessa vez, como a calcinha era frouxa, apenas afastei a calcinha, afastei suas pernas e soquei meu cacete bem devagar naquela buceta sedenta. Comecei a socá-la lentamente, num vai e vem bem gostoso. Ai ela não aguentou e me segurou com força acordando loucamente e pedindo que eu enterrasse tudo na buceta dela. Começamos a funder loucamente, sem escrúpulo, Ela ficava arreganhada e segurando a as duas pernas e eu botando com força naquela buceta, sá as bolas ficavam de fora, ficamos transando até 5 horas, em várias posições, e gozamos várias vezes. Depois que acabamos pairou um sentimento de culpa e medo. Ela disse que papai jamais poderia saber disso. Então pedi a ela que sempre que ela pudesse a gente continuasse a transar e ela aceitou. E até hoje nás transamos sem ninguém saber, apenas eu, ela e vocês leitores. Depois continuo com outras investidas em minha mãe. Mais detalhes me envie email: [email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


conto erotico estrupei minha cunhada acordou com o pau nelapadrinho enchendo a boca da afilhada de muita porraTennis zelenograd contosexo gay contos camioneiroscontos eroticos tomou toda porra da linda travestiMatei minha curiosidade de chupar um pau contosContos Eróticos-esperma na calcinhatraficante comendo a travesti conto eroticocontos passei a mao nela dormindocada dos contos gays- sexta do chaveirodeixou o conhado vir dentro da conagay dopou amigo contomulher no carnaval gozando muito no camarote ela ea amigaContos de coroa chantagiada pelo genro e gostandorelato sexo... convenci minha namorada para sexo a três e ela me surpreendeu pedindo para o amigo gozar dentro dela e me vez chupar elamaridos broxas contoscontos eróticos corno caseiro contos eróticos inquilina pagou o aluguelconto da sogra da buceta grande e putaconto erotico nenhum pelinhoporno história de mulheres estupradas por caminhoneiroso tempo em que ele para e diz"essa buceta é minha"contos eroticos de lolitos com tios de amigosconto arrembentei o cabaço da minha filha deliciasenhor dotado conto eroticocontos eroticos minha mae e meu irmao Www contos d putas casada d juazeiro ba.comContoeroticosenhorascontoa gay - meu colega de quarto musculosocontos eróticos vc me acha bonitacontos erótico de incesto eu novinha ano ... meu tio com 26*6cm de rola me arrombou contos eroticos fiquei com um pouco de nojo mas chupei aquela buceta peludacontos eroticos japinha cabacocontos anal de mulher virgemcontos eroticos cachoeirafisting a mao no reto contos eroticosviadinho japones dei pro negao do caminhão contos eróticosDesvirginando a sobrinha de 18 anoscontos eroticos mandei meu filho mete no meu cuzaover contos eroticos de empresários comendo o cu de.funcionárioscontos de sexo a chupada da minha maeContos mae da minha namorada perguntou me punhetorealizando a fantasia da minha esposa eu dei o meu cu conto eroticorola grossa bo cu contis de sogra piranhaeu e meu marido na nossa noite de núpcias eu disse pra ele mete seu pau bem devagar na minha buceta virgem conto eróticoconto erotico a fazendera loira eo mulequeconto comi meu amigozoofilia casada conto xacraconto erotico meu filho me chapouContos erotico gay a rola surpresa do amigo nerd contos eroticos mulher vendada pença que é o marido fudendo mais não é o amantendo mais não é o amantemeu melhor amigo grudendo conto gaynovinha do prédio conto eróticomeu marido comeu minha amiga gostosacontos comeram minha mulher no colegiocontos eroticos chantagiando a prima da mulherdei minha buceta pro traficantenunca falei eu falei contos eróticoscomida pelo sobrinho contos eroticos o traficante comedor de casadascontos eróticos garotinha da o cuContos eroticos saiacontos eroticos belina velhaconto erotico velho praia nudismocontos eróticos tia no colocontos lesb esfregar em mimchupei minha prima durmindo contosminha cunhada gosta de piroca grossa,contos e relatos eroticoscontos picantes seduzindo o cunhado sem quererpraia pousada a buceta e o cuzinho virgem da tia fofinha contosconto noivo corno na sala porta abertamulher vai consultar e o medico enrraba elacontos a pica do comedor pingandoticos bem greludoscontos amiga da sograconto erotico garoto espiando vizinha casadacomi o irmao da minha mulhercontos eróticos reais meu amigo do trabalho come minha esposa na minha frentesurba com um casal de amigo sem querer primera ves comtoscontos eroticos de orgias com minha mãe negraadoro andar sem calcinha contoscontos eroticos sou casada e dei para porteiromulher acima d 90kg crente contoscontos eróticos estupradacontos eroticos chantagiada e submissacontos de coroa com novinhomamador sub passivo conto eroticoconto sou homem e dei o cu para meu sobrinhoContos de mulheres, fudendo com seu avô