Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

CASADA REALIZANDO FANTAZIAS

Casada realizando fantasia



Oi gente me chamo Gisele, sou morena clara, tenho 1,67 de altura, 58 quilos, não sou nenhuma modelo de revista masculina mais tenho um corpo bonito e bem definido, cabelos longos, olhos castanhos, seios médios e firmes, coxas grossas e bumbum médio e empinado, adoro usar saias e vestidos, não gosto de usar sutiã, adoro calcinhas pequenas, atualmente tenho 28 anos, me casei com 21 anos, meu esposo se chama Marcos tem 32 anos. E o conto que irei relatar agora aconteceu quando eu tinha 25 anos.

O Marcos trabalha em uma empresa do governo, ele fica 19 dias em casa e 19 em alto mar; no começo era normal, mais depois de algum tempo começou a ficara monátono, nás brigávamos muito, eu reclamava da carência, falava que ele nem o papel de homem fazia direito, que era muito difícil ficar sem sexo por 19 dias e ate mais, mas acabávamos fazendo as pazes. Nás sá éramos felizes quando ele pegava férias, ai entravamos em lua-de-mel; quando eu ficava sá me sentia muito carente, pois adoro sexo e se dependesse de mim eu dava todos os dias, e pra passar o tempo eu locava filmes, um dia resolvi locar um filme pornô pra dar uma variada, (depois desse dia minha vida nunca mais foi a mesma) no filme tinha uma cena em que uma mulher transava com 3 negrões bem dotados, os pênis dos homens mais pareciam um braço de tão grande e grossos que eram, a partir desse dia comecei a sentir desejos por homens bem dotados e de preferência negros, por eu ser uma mulher casada nunca tive a coragem de falar pra ninguém sobre minhas fantasias; no mês de fevereiro o Marcos pegou férias e como era época de carnaval fomos passar em uma pequena cidade na Bahia onde ele tinha parentes, nos hospedamos em uma pousada que ficava a uns 1000 metros da praça onde ocorriam as festas, por volta das 4:00 da tarde, pus um biquíni e fui tomar banho de piscina enquanto o Marcos tinha saído com um primo dele, quando cheguei na borda da piscina quase não tinha ninguém, passei um protetor solar e me deitei; não demorou muito e apareceu um garçon muito educado e muito bonito ele era um moreno alto, bem vistoso, com um corpo de atleta, dentro de um uniforme social, se apresentou falou que o nome dele era Adriano e me perguntou o que eu queria, pedi uma cerveja, depois da segunda cerveja comecei a imaginar loucuras fiquei com uma vontade louca de dar, não via a hora do marcos chegar e me comer, não sei se foi o efeito da cerveja mais comecei a trocar olhares com o Adriano, toda vês que ele passava por mim e sorria e me comia com os olhos, fui ficando cada vês mais excitada, o Marcos chegou por volta das 6:30 da noite tomamos mais duas cervejas e fomos pro quarto, antes mesmo do banho cai de boca no pau dele e transamos feito loucos, o que ele não sabia era que eu tava dando pra ele pensado no garçom. Saímos à noite dançamos e bebemos muito, quando chegamos no hotel dei pra ele novamente, eu adoro transar quando estamos bêbados pois é mais demorado e muito mais gostoso, no outro dia o marcos acordou por volta das 8 horas, me chamou pra tomar café, eu falei que queria dormir mais um pouco, ele então falou que iria tomar café e depois iria na casa dos primos dele, falei que tava bom; dormi por mais uma hora, interfonei para o restaurante e pra minha surpresa quem atendeu foi o Adriano, perguntei a ele se podia trazer o café no quarto, ele falou que sim, mais iria demorar uns 19 minutos, falei que tudo bem, tomei um banho coloquei uma mini calcinha vermelha e uma camisola transparente, deitei na cama de bumbum pra cima, como a camisola era pequena meu bumbum ficava todo de fora, quando o Adriano bateu na porta, falei que podia entrar, ele tomou um susto quando me viu quase nua, mas disfarçou muito bem, percebi que ele não tirava os olhos do meu traseiro, fiquei com a buceta melada na hora, mas me contive, ele perguntou se eu queria mais alguma coisa, falei que não, foi então que lembrei que tinha um copo embaixo da cama, pedi a ele pra esperar um pouco que eu ia pegar o copo pra ele levar, me abaixei fiquei de quatro na frente dele pra pegar o copo, quando me levantei ele estava vermelho como um pimentão e por cima da calça dava pra ver o volume do pau dele duro, entreguei o copo e agradeci fazendo de contas que não tinha acontecido nada; a tarde fomos pra piscina novamente e o Adriano não tirava os olhos de mim e eu retribuía sempre com muita cautela pois o Marcos não podia notar, o Marcos fez amizade com outros hospedes da pousada e ficamos todos na mesma mesa, por volta das 7 da noite falei pro marcos que queria dormir um pouco, ou não aguentaria ir pra praça mais tarde, ele então falou que eu pudesse ir que ele ficaria mais um pouco com o pessoal, quando passei pelo Adriano ele perguntou se eu já estava me retirando e que tava cedo, falei que sim, que iria pro quarto descansar um pouco, ele perguntou se eu queria mais alguma coisa, com um sorriso malicioso falei que se não fosse incomodo ele levasse pra mim um coco bem gelado, ele sorriu e falou que não demoraria, depois de uns 19 minutos ele chegou com o coco e já sem uniforme, perguntei se ele já estava indo embora ele falou que sim, como eu ainda tava de biquíni ele não tirava os olhos do meu corpo, com um sorriso de safada perguntei a ele porque tava me olhando daquele jeito, ele meio tímido falou que eu era muito bonita e sexy, quando me dei conta já tava beijado ele, ele me abraçava forte me acariciava o bumbum os seios, eu sá gemia e falava que não podíamos fazer aquilo que meu marido podia nos pegar, ele falava que tava louco de tezão e que tava com vontade de me comer desde o primeiro momento que tinha me visto, ele pegou minha mão e pois em cima do pau dele, cheguei estremecer quando senti aquela vara enorme e grossa vibrando em minha mão, o empurrei e falei que era melhor pararmos que alguém podia nos ver, e que era errado o que estávamos fazendo, ele então me beijou novamente e pediu pra eu dar um jeito de ficarmos a sás, falei que iria pensar, quando ele saiu minha buceta tava encharcada de tanto tezão que eu nem consegui dormir. fomos pra festa por volta das 19 da noite, eu o marcos e mais o pessoal que fizemos amizade na pousada, eu já estava bêbada quando vi de longe o Adriano me observando de longe, falei pro Marcos que iria comprar cervejas e fui em direção ao Adriano, encostei e perguntei o que ele tava fazendo ali, ele falou que estava apenas se divertindo um pouco pois no outro dia seria a folga dele, ele me olhou e falou que tava com muita vontade de ficar comigo, que queria sentir meus lábios novamente, falei que ele tava ficando louco, e que não podíamos fazer aquilo, ele sorriu e falou que ficaria me olhando ate eu disfarçar e sair de perto do pessoal, falei que não tinha jeito, ele falou pra eu falar que iria ao banheiro que ele me seguiria, voltei pra perto do pessoal mais percebi que o Adriano não tirava os olhos de mim, fiquei com um tezão enorme, disfarcei e falei pro marcos que queria ir ao banheiro, ele perguntou se eu queria que ele fosse comigo, falei que não que eu me virava, ele sá falou pra eu tomar cuidado, comecei a andar pra fora da festa, fui em direção de um estacionamento, olhei pra trás pra ver se o Adriano tava me seguindo, ele me acompanhou me abraçou, me deu um longo beijo e me puxou pelo braço ate um local escuro e sem movimento, ficamos atrás de um carro, ele começou a me beijar me amassar passando as mãos em meus seios, meu bumbum, minha buceta, eu já tava submissa aos carinhos daquele homem, ele tirou minha blusa e começou a mamar meus seios, enquanto os dedos dele brincavam com minha buceta toda melada de tazão, ele pôs o pau pra fora e fez com que pegasse nele, foi então que senti o tamanho e a grossura daquela vara, devia ter uns 24 centímetros, fiquei louca ajoelhei e cai de boca, a rola dele era tão grossa que eu sá consegui engolir a metade, chupei feito louca, ele então me levantou, tirou meu xorte e minha calcinha me deixando totalmente pelada, me sentou em cima do capú de um carro, e começou a me chupar, fiquei louca sentindo aquele língua quente lambendo minha buceta, eu já não tava aguentando mais e pedi a ele que me comesse que eu queria sentir aquela vara grande e grossa dentro de mim, ele então ficou em pé, entrou dentro das minhas pernas e encostou a cabeça daquela pau na entrada da minha buceta, fiquei louca quando senti a cabeça entrando, era grossa demais, ele foi enfiando devagar ate que entrou tudo, eu nunca tinha sentido um pau daquele tamanho dentro de mim, parecia que tinha um braço e não um penis, fiquei louca, pedi a ele que metesse que me arrombasse toda, ele então começou os movimentos de vai e vem, eu sentia aquela vara enorme entrando e saindo de dentro de mim, tinha hora que ele tirava quase toda deixando sá a cabeça de fora e enfiava toda de uma sá vez, não demorou muito e gozei feito louca naquela vara enorme, ele continuou mentendo, ate não aguentar e anunciar o gozo, pedi a ele que não gozasse dentro pois meu marido podia notar, quando ele tirou aquela toda de dentro de mim, eu tava com a buceta arrombada e ardida, mais tava satisfeita, nás ficamos por mais ou menos meia hora transando, nos vestimos e retornamos pra festa, quando cheguei o Marcos falou que já tava ficando preocupado com a minha demora, falei que me perdi, no meio do pessoal e demorei a encontrar o lugar que eles estavam, ele engoliu a desculpa, por volta das 4:30 da manha fomos embora, quando chegamos na pousada o Marcos ainda me agarrou e caiu de boca em minha buceta, ele nem notou que eu tinha dado pra outro macho pauzudo, eu ainda tava com a buceta ardendo mais mesmo assim dei conta do recado. No outro dia acordamos por volta das 19 da manha, tomamos café e depois do almoço fomos pra piscina novamente, pena que o Adriano não tava lá pois que queria falar pra ele que eu tinha adorado, no outro dia o Adriano veio trabalhar no período da tarde, quando chegou a noite falei pro Marcos que eu tava indisposta,cansada e com a cabeça doendo, que eu não iria pra festa e que se ele podia ir com o pessoal, ele engoliu a desculpa e foi sem mim, assim que ele saiu interfonei pro hotel e perguntei pro Adriano que horas ele pararia de trabalhar, ele falou que iria trabalhar sá mais meia hora, então falei que estava meu marido tinha ido pra festa e que eu tava sozinha no quarto esperando por ele, uns 50 minutos depois ele chegou tomado banho e todo cheiroso, quando ele entrou eu tava sá de camisola, sem calcinha e sem sutiã, ele então veio pra cima de mim com tudo, me jogou em cima da cama, me agarrou, me beijou tirou minha camisola e caiu de boca em meus seios, enquanto ele mamava eu tirava as roupas dele, ele foi descendo ate chegar em minha buceta, ele chupava, lambia, enfiava a língua dentro da minha buceta e eu ficava louca de tezão, empurrava a cabeça dele contra minha buceta, quando eu não tava mais aguentado, o empurrei e falei que era minha vês, quando ele deitou foi que pude ver o tamanho real daquele cacete, fiquei impressionada, era realmente grande e grosso, mais não me importei e cai de boca, eu chupava, lambia, era gostoso demais ter uma vara daquele tamanho a minha disposição, quando eu não tava mais aguentando mamar naquela vara, fui pra cima do Adriano dei um beijo na boca dele e comecei a engolir aquela vara enorme com minha buceta, que sensação maravilhosa sentir aquele pau grande e grosso entrando na minha buceta, fui descendo ate entrar tudo, comecei a cavalgar aquela vara, eu tava processa de tezao, pois eu nunca tinha sentido um pau daquele dentro de mim, eu rebolava, mexia, cavalgava ate que não aguentei e gozei feito uma louca naquela rola deliciosa, meu marido na maioria das vezes gozava e me deixava na mão, e com o Adriano tava sendo diferente, eu gozava e ele nem sinal de que queria gozar, ele então falou que queria me comer de quatro, atendi na hora fiquei de quatro e ele veio por trás metendo aquela tora em mim, como era gostoso sentir ele me pegando de quatro, sentir aquela vara toda enfiada na minha buceta, ele bombava, me puxava pelos quadris, metia com força, e eu pedia pra ele meter mais, pra ele me arrombar, pra ele arregaçar minha buceta, eu já tava de pernas bambas, então mudamos de posição, ficamos no famoso papai-mamae, quando ele meteu em mim novamente eu entrelacei a cintura dele com minhas pernas deixando assim minha buceta mais aberta pra sentir o pau dele o mais fundo possível, enquanto ele metia, me beijava, me chamava de gostosa, falava que tava adorando me comer, não resisti e anunciei outro gozo, ele então começou a meter com mais força e mais rápido, tive outro gozo mais forte que o primeiro e gozei novamente naquela vara maravilhosa, e ele continuou metendo, ate anunciar que ia gozar, o abracei, e falei, que queria sentir ele gozando dentro de mim, ate ele gozar e me encher com seu leite quente e farto, naquela noite ainda tranzamos mais uma vês antes dele ir embora, quando terminamos eu estava de pernas bambas e fiquei toda ardida mais tava feliz por ter realizado minha fantazia de dar pra um homem bem dotado, pena que no outro dia depois do almoço fomos embora e nunca mais vi o Adriano, aquela foi a melhor aventura sexual que já tive, depois daquele carnaval nunca mais fui a mesma e sempre que eu viajava achava um jeito de dar para outros homens, teve uma vês que dei pra um cara dentro do ônibus, mais essa historias sá vou contar em outra ocasião, espero que vocês tenham gostado, ate a práxima.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Me comeram ao lado do meu namoradoZooxoxotaConto erotico chorei com o cacete do cavalocontos er safadoEla fudeu com sogrocom doze aninhos estrei na vara contos eróticos gayPrimeira vez q dei o cu vestido de travestmarido submisso contosloirinha goatossa visgaroto pelado no rio e tia veno imprecionada/contoseroticosContos fiz um cao de cadelaconto eroticos minha mae o pedreiroConto erotico de pai bebado na casa da filha casadaeu e minha patroa praticamos zoofiliaboqueteira gaucha contoconto erotico incesto sonifero filhaBiscatinhacontosconto erotico patricinha com negrogostosa com sainha rodadinha e muito curta e homem passando a mão na buceta delacontos eroticos minha filha e sua amiginha travesty de 12 aninhosminha tiade fio dental exibidacontos eroticos meu genro se vestiu de mulhercunhada medonha tarrada pra fudecont erot padrinho meteu tudoContos eroticos de podolatria com fotos desejando chupar pes de primas dormindo ou fingindocontoseroticos fissurado no cu da esposacontos pornograficos de avo fazendo sexo com a propria netacontos eroticos mendigo gays orgiamacho casado ativo contoconto erotico de shortinho provocando molestada por pivetewcontos eróticos da casa dos contos com histórias traição as fazendeira casada safadacontos gay favelanovinhacostos dançandoconto de sexo ele e ela me comendo muita tapacontos desde menino adorava dar o cuxvidio tinho berbado asubrinha fica taradabebemos muito e gringo comeu eu e minha esposaconto menina deixa amiga passar a mao na sua buceta pela primeira vezWww contos d putas casada d juazeiro ba.comconto cavala loca por sexoTravesti que dá de graça em bhcontos de sexo gay minha esposa viajou e dei com sua calcinhaporno com a vizinhaxvContos eroticos incesto gozei dentro da mamaeconto erotico gay seduzindo homem velho coroa grisalhocontos eróticos de a cona da titia nãocontos de safadas com padastrosconto casado dei pra travestieu minha amiga e meu namorado contos eroticosmercado livre cueca usadacontos de coroa com novinhocontos eróticos bem depravado de bem picantepapai tirou minha virgindade em troca de bombonsfui comida e chingada feito puta pelo meu primoconto eroticos violada na frento do meu filhoGay.dando.de.calcinhacontos eróticos quando eu tinha catorze um coroa bem dotado deContos eróticos irmã peludacontofudi minha cunhadaconto ru e minhas filhasContos eroticos eu meu tio e minha mulherdando a esposa.para sr de idade conto eroticocontos eroticos anal paraenseMãe mamando filho contoseroticosru e a amiga da minha esposa contoconto erótico humilhadaconto sogra nudistaconto trai meu marido com meu filhosComi+o+cusio+de+mia+sobria+de+dose+ano+conto+eroticoconto porno gozando por acidenteContos eroticos amorosa amigaconto erotico dopei minha espos e comi ela de todo geitocontos ela e feia e gostosacontos eroticos gay eu e meu filhinho de baixo do lencolcontos eroticos incesto gay novinho tv a cabourso velho peludo gay contossamela gostozaContos gay coroacontos erroticos edtrupos e fodas doloridadvideo porno mulher dando primeira vez na frente do marido casa de cuingue curitibarelatos reais eróticos - saciada em casaconto de quando era novinho chorei com uma pica grande no meu cuzinhoconto eróticos de suruba gay teen nacionalConto minha mulher pegou eu dando o cucontos minha tara no bundao da mamaecontos eroticos aposta na escolacontos vi meu marido bebado esperando nossa filha peitudaacademia eroticaconto gay virei garota do sogrocomo desvirginar anus contos eroticosxxvideo de pica enorme socada no cu de ninfeta chorando gritandoo ai 5minContos eróticos de lésbicas transando na casa da amiga de muitos anoscontos eroticos engravidei de um velho e o meu marido nem desconfiacontos gays comessado pelo primo